Bauru

Política

Mesa Diretora da Câmara exonera assessor preso junto com o vereador Carlinhos do PS

Nesta terça, o presidente da Casa esteve reunido com delegados da 'Operação Rachadinha'

30/11/2021 - 15h54

Câmara Municipal/Divulgação

O vereador Markinho Souza se reuniu nesta terça com dois delegados

A Mesa Diretora da Câmara de Bauru informou que exonerou, nesta terça-feira (30), o assessor parlamentar Gleison Aparecido Contador, que estava lotado na Presidência da Câmara, que foi preso junto com o vereador Luiz Carlos Bastazini (PTB), o Carlinhos do PS. A publicação da exoneração deverá ocorrer na próxima edição do Diário Oficial do Município. Segundo informações da assessoria de imprensa, vale ressaltar que o servidor comissionado já estava nomeado quando o atual presidente da Casa de Leis, Markinho Souza (PSDB), assumiu a presidência da Mesa Diretora em 10/2/2021.

Também na manhã desta terça-feira (30), a vereadora Estela Almagro (PT), presidente da Comissão de Ética e Decoro Parlamentar, protocolou um requerimento pedindo a instauração de um procedimento dentro do colegiado que preside, para a apuração da conduta do vereador investigado.

O presidente da Câmara Municipal de Bauru, vereador Markinho Souza (PSDB), esteve reunido, na manhã desta terça-feira (30), com os delegados da Polícia Civil (Deic/Bauru), Gláucio Eduardo Stocco e Ricardo Silva Dias, juntamente com o consultor jurídico da Casa de Leis, Arildo Lima Jr.

O encontro agendado com os delegados foi para conhecimento e providências a respeito da “Operação Rachadinha”, desencadeada nesta segunda-feira (29), que deu cumprimento ao mandado de busca e apreensão no gabinete do vereador Luiz Carlos Bastazini (PTB), o Carlinhos do PS, e também de prisão temporária do parlamentar, do seu assistente parlamentar, Luís Carlos Alves Junior, e do seu assessor de apoio legislativo no gabinete, Laércio Pereira.

Durante a reunião, o delegado Ricardo Dias prestou as informações outrora já noticiadas pela imprensa sobre os fatos ocorridos e o delegado Gláucio Stocco deu ciência ao presidente da Casa de Leis, via ofício, a respeito do procedimento realizado e informou que o processo tramita sob segredo de Justiça. A Câmara Municipal vai requerer o acesso aos autos do processo ao Poder Judiciário para se inteirar do conteúdo do inquérito.

PEDIDO DE COMISSÃO PROCESSANTE

Durante a 44ª Sessão Ordinária, realizada nesta segunda-feira (29), a Câmara Municipal de Bauru recebeu um pedido de instauração de Comissão Processante (CP) contra o vereador Luiz Carlos Bastazini (PTB), o Carlinhos do PS.

O pedido foi encaminhado à Presidência da Casa de Leis e será analisado pelo presidente, vereador Markinho Souza (PSDB), que verificará se o pedido contém os fundamentos jurídicos legais, como preconiza o Decreto-Lei 201/67.

Ler matéria completa

×