Bauru

Política

Baleia Rossi lança Mané Losila como possível pré-candidato à Assembleia

Em Agudos, presidente nacional do MDB disse que partido também defendeu importância de a região eleger deputados

por Tânia Morbi

06/01/2022 - 05h00

Rossi cumprimenta Losila, observado pelo prefeito Fernando Octaviani e o vereador Berriel

Ao garantir que Bauru e região terão candidatos pelo MDB a deputados estadual e federal, o presidente do partido, deputado federal Baleia Rossi, antecipou a possibilidade de que o vereador de Bauru Mané Losila seja o nome para concorrer à Assembleia Legislativa. O anúncio foi feito durante recepção ao deputado nesta quarta-feira (5), em Agudos, onde se encontrou com lideranças locais e regionais (leia mais na pág. 13). Em entrevista, Baleia Rossi também falou sobre polarização, defendeu a pré-candidata do MDB à Presidência, senadora Simone Tebet, e ainda comentou a respeito das alianças que o partido faz.

A definição de que Bauru e região terão candidatos nas eleições deste ano, segundo o deputado, considerou a relevância da cidade, mas também do quanto a região ganha com a possibilidade de ter mais representantes nos dois poderes do que já tem. Ao anunciar Losila como possível indicação, Rossi destacou a importância de novos nomes somarem à experiência de candidatos já eleitos. Segundo Mané Losila, o convite já está aceito, caso se confirme sua indicação.

TORCIDA ORGANIZADA

Baleia Rossi defendeu que a senadora Simone Tebet, indicada como pré-candidata ao governo federal, deve ser a grande novidade política nestas eleições, como uma terceira via ao presidente Bolsonaro (PL) e ao ex-presidente Lula (PT).

Em sua opinião, a polarização entre os dois principais nomes da política brasileira na atualidade e a radicalização do debate ideológico entre forças de esquerda e direita colocam o debate político como briga de torcidas organizadas de futebol. "Hoje, vemos brigas ideológicas nas ruas ou nas redes sociais que não levam a lugar nenhum, que não têm projeto de país, que não têm preocupação com a miséria. Precisamos de uma candidatura de centro que seja equilibrada, moderada e eu tenho certeza que quem vai conseguir aglutinar o centro democrático é a Simone Tebet".

A senadora tem ainda a vantagem de ser a única mulher no grupo formado, por enquanto, apenas de pré-candidatos homens, o que empodera seu discurso, na avaliação de Baleia Rossi, que fez uma defesa enfática do perfil político da indicada por seu partido. "Não dá para falar em campanha presidencial com pré-candidatos, todos homens, e não ter uma mulher para discutir os grandes temas do Brasil. O MDB tem este dever com a nossa Nação, de apresentar uma mulher preparada, mãe, advogada, professora e duas vezes prefeita de Três Lagos no Mato Grosso do Sul, que foi vice-governadora e quebrou tabus históricos no Senado. Ela demonstrou muita articulação política e, na CPI do Covid, muita coragem de enfrentar os poderosos para defender a vida e as pessoas", relatou o deputado.

UNIÃO BRASIL

Para fortalecer o objetivo eleitoral, Baleia Rossi disse que o MDB também fechou acordo com o União Brasil, para buscar a musculatura necessária à candidatura do escolhido pelos dois partidos para disputar o governo federal. "Temos um diálogo muito grande no sentido de fazermos palanques regionais em cada um dos estados em conjunto e a possibilidade de um palanque único nacional. Temos a Simone Tebet como nossa pré-candidata, e eles têm o nome do (deputado federal Luiz Henrique) Mandetta e do próprio Luciano Bivar (presidente do União), como pré-candidatos. Então, podemos, sim, ao longo dos próximos meses unir forças para que a candidatura possa apresentar um projeto de transformação, desenvolvimento, crescimento econômico e geração de renda e emprego para o país", ponderou.

GOVERNO DO ESTADO

Diferente do que tem feito historicamente, o MDB não deve indicar, nas eleições deste ano, um nome para concorrer ao Governo do Estado, após fechar o apoio ao pré-candidato do PSDB, vice-governador Rodrigo Garcia, tendo como contraponto o 'empréstimo' do deputado Itamar Borges para a Secretaria de Agricultura do governo de João Doria (PSDB).

Apesar do acordo e de o partido ainda não ter a garantia de indicar um vice ou candidato ao Senado, Baleia Rossi defendeu a opção. "Temos uma conversa de aliança muito avançada com a pré-candidatura de Rodrigo Garcia como candidato a governador. Claro que o MDB fará parte de uma composição política e estará presente na chapa majoritária, mas vejo em Rodrigo Garcia todas as qualidades de um bom administrador. Além de ser jovem, idealista e ter espírito público, é um grande gestor. Acredito que vá crescer muito nos próximos meses e ter todas as condições de comandar o Estado de São Paulo", opinou.

Ler matéria completa

×