Bauru

Política

Realocação de linhão da CPFL pode liberar 100 mil m2 no Distrito Industrial 3

Vereador Júnior Rodrigues (PSD) aguarda reunião com concessionária para reivindicar mudança sem custos para o município

por Tânia Morbi

04/08/2022 - 05h00

Junior Rodrigues se encontrou com representantes da prefeitura e empresários no local

Somando as tratativas que já são mantidas pela prefeitura de Bauru, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedecon), junto à CPFL Paulista para a troca de posição da linha de transmissão de energia elétrica (linhão) que passa dentro do Distrito Industrial 3 (rodovia Bauru-Marília), o vereador Júnior Rodrigues (PSD) tem tentado negociar com a concessionária para que a obra seja realizada sem custos para o município, possibilitando a liberação de cerca de 100 mil metros quadrados em áreas para instalação de novas empresas. O vereador aprovou Moção de Apelo à concessionária sobre a possibilidade e aguarda o agendamento de uma reunião em Campinas para tratar do assunto.

O distrito III está localizado no final da Avenida Nações Norte, às margens da rodovia Comandante João Ribeiro de Barros (SP 294-Bauru-Marília), o que favorece a procura e instalação de novas empresas. Porém, as áreas mencionadas estão localizadas diretamente sob a linha de transmissão, no centro do distrito, o que impede que qualquer investimento seja feito no local.

A estimativa do governo, segundo o vereador, é que a liberação desses espaços e posterior disponibilidade para instalação de empresas possam criar até 2 mil novos empregos.

A ação mais intensiva neste momento pela alteração, de acordo com Júnior, tem objetivo de aproveitar a previsão de obras previstas para serem feitas nas linhas de transmissão pela concessionária, inclusive no trecho localizado no distrito.

A ideia é que a rede seja alterada de onde está (imagem nesta página) para as margens da divisa com terreno do Centro de Detenção Provisória (CDP).

INVESTIMENTOS

O vereador lembrou que outro atrativo do local será o investimento de R$ 12 milhões anunciado pela prefeita Suéllen Rosim (PSC) para infraestrutura, até 2023. "Com este investimento e mais os 100 mil metros quadrados liberados podemos ter um grande número de empresas se instalando em Bauru. Considerando que grande parte delas requer, em média, entre 1 mil e 2 mil metros quadrados, podemos pensar entre 1,5 mil e 2 mil empregos", projetou.

Junior Rodrigues comentou que, além do Distrito 3, já consolidado, a realocação do linhão também deve beneficiar a implantação do Distrito Industrial 4, que conta com aproximadamente 2.290 milhões de metros quadrados de extensão, doados recentemente ao município pelo Governo Estadual, e localizado entre o Distrito Industrial 3 e o Aterro Sanitário Municipal.

"O crescimento é obvio, quanto antes a realocação vier, mais rapidamente conseguiremos expandir o Distrito 3 e sobre o Distrito 5 nossa expectativa é de que a realocação seja feita ainda antes da sua liberação, otimizando o tempo e a estruturação", avaliou.

A Moção de Apelo de autoria do vereador, enviada à CPFL Paulista, foi aprovada por todos os vereadores.

Ler matéria completa

×