Bauru e grande região

Regional

Padre é detido por furto de fios em Pirajuí

Ele estava com mais três internos de uma instituição para dependentes químicos quando PM fez a abordagem; todos irão responder em liberdade

por Marcus Liborio e Vinicius Lousada

06/09/2015 - 05h00

Marcus Liborio
Grande quantidade de cabos e escada foram apreendidas com o religioso e outras três pessoas

Um padre vinculado à Diocese de Lins foi detido por policiais militares por estar, supostamente, furtando fios de alumínio na estrada vicinal Pirajuí-Corredeira, neste sábado (5), por volta das 10h30 da manhã.

O religioso estava na companhia de três internos de uma casa de recuperação para dependentes químicos, localizada em Corredeira, Distrito do município de Pirajuí (57 quilômetros de Bauru).

Eles estavam com um veículo Gol e utilizavam uma escada para ter acesso aos cabos. A Polícia Militar estima que foram recolhidos 3 mil metros de fios. A Polícia Civil, por sua vez, fala em 500 metros.

Os nomes dos envolvidos serão preservados, já que todos seriam liberados para responder ao inquérito por furto em liberdade. Não há registro de vítimas que tenham reclamado da subtração dos fios. Também por esse motivo, não deveriam ser autuados em flagrante. Até o fechamento da edição, a ocorrência ainda estava sendo registrada pela Polícia Civil de Pirajuí.

Um dos internos da casa de recuperação, porém, relatou ao JC que ele e outros dois colegas foram recolher os fios de alumínio a pedido do frei responsável pela instituição em Corredeira.

A ideia era comercializar o material a fim de arrecadar fundos para obras sociais. Ainda segundo o rapaz, o frei não imaginou que o ato acarretasse em problemas, já que o local de onde pegaram os fios estaria abandonado há cerca de 10 anos.

Ele alegou também que o padre só estava no momento da abordagem policial porque, a pedido do frei, teria ido buscar os internos da entidade de Corredeira para ajudá-los a carregar o material, pois estavam a pé.

Contatada pelo Jornal da Cidade, a Diocese de Lins informa estar ciente do ocorrido, mas, como o bispo estava em viagem, não se pronunciou sobre o caso até o fechamento da edição.

OUTRO CASO

Recentemente, houve outra polêmica envolvendo um padre em Pirajuí. Conforme o JC noticiou, após ser flagrado consumindo bebidas alcoólicas com dois adolescentes, durante churrasco em novembro de 2014, o padre Adair Eltivor Maurer, 57 anos, foi afastado pela Diocese e internado em uma clínica de reabilitação.

Em Bauru

Durante a manhã e a tarde desse sábado, quatro casos de furto de cabos telefônicos ou de energia elétrica foram registrados em Bauru. Até uma obra de escola no Tangarás foi alvo dos criminosos. À beira da rodovia Marechal Rondon, na altura da Vila Aviação, foram levados mais de 1.000 metros de cabos telefônicos.

As outras duas ocorrências se deram no residencial Nova Flórida, no Jardim Pagani, e na rua Fernando Ávila Parra, zona rural de Bauru.