Bauru e grande região

Regional

'Jogue Limpo com Botucatu' quer coibir descartes ilegais pelos bairros

Por meio do projeto, equipes da Secretaria do Verde e da GCM irão instalar placas educativas em locais que costumam receber lixo e entulho

por Lilian Grasiela

09/02/2019 - 07h00

Prefeitura de Botucatu/Divulgação
Placas alertando sobre a proibição do descarte de lixo e entulho já começaram a ser instaladas

Botucatu - A Secretaria Municipal do Verde e a Guarda Civil Municipal (GCM) lançaram o projeto "Jogue Limpo com Botucatu", com o objetivo de coibir o descarte inadequado de resíduos em pontos críticos de Botucatu (100 quilômetros de Bauru). Além do aumento da fiscalização, a iniciativa prevê instalação de placas informando sobre a proibição do descarte e ações de educação ambiental junto às comunidades. Nessa sexta-feira (8), equipe da GCM flagrou descarte ilegal na cidade e identificou o responsável.

As placas começaram a ser colocadas nos principais pontos de descarte irregular de resíduos detectados pela prefeitura.  "A percepção que temos, ao comparecer a esses locais em que os materiais são descartados, é que a maior parte dos resíduos pode ser disposta para a coleta convencional ou pela seletiva", observa Fernanda Bernardi, diretora do Departamento de Educação Ambiental da Secretaria do Verde. "Queremos diminuir ao máximo possível a incidência desses casos e educar a população".

Segundo o Executivo, a coleta seletiva em Botucatu é realizada em dois formatos - o porta-a-porta, que ocorre de segunda a sexta-feira e abrange diversas regiões, e através dos Pontos de Entrega Voluntária, os chamados PEV's, instalados em áreas onde não há a coleta seletiva porta-a-porta, como os Distritos de Rubião Júnior e Vitoriana. A prefeitura ressalta que, no caso de materiais como pneus, eletrônicos, lâmpadas e pilhas, o descarte deve ser feito de forma diferenciada.

Os pneus velhos devem ser levados pela população até o Galpão de Armazenamento de Pneus Inservíveis que fica na Rua José Barbosa de Barros, nº 120, no Jardim Paraíso. No caso das lâmpadas fluorescentes, a devolução deve ocorrer no ponto de venda do produto. Para entulhos, os moradores têm a obrigação de locar um serviço de caçamba. Eletroeletrônicos e pilhas e baterias podem ser entregues na Secretaria Municipal do Verde, na rua Lourenço Carmello, 180, Jardim Paraiso.

Descarte ilegal

GCM/Divulgação
Responsável pelo descarte ilegal foi identificado pela GCM

Nessa sexta (8) de manhã, o Grupo de Proteção Ambiental (GPA) da Guarda Civil Municipal (GCM) de Botucatu registrou um caso de descarte irregular de resíduos em uma viela no Jardim Paraíso 2.

No local, os agentes encontraram livros, cadernos, documentos pessoais (certificados, contas bancárias e documentos escolares ), lixo doméstico e garrafas, todos provenientes de uma república de estudantes que fica na região.

O autor foi identificado e multado pela GCM e o material foi recolhido pelos estudantes.