Bauru e grande região

Regional

Região terá plantão de biometria hoje

Cartórios e postos eleitorais ficarão abertos das 8h às 13h para atender quem ainda não fez o cadastramento biométrico, obrigatório em 47 cidades

por Lilian Grasiela

13/04/2019 - 07h00

Prefeitura de Lins/Divulgação
Em Lins, além do Cartório Eleitoral, posto recém-inaugurado está fazendo cadastramento biométrico

Neste sábado (13), todos os cartórios e postos eleitorais do Estado de São Paulo estarão abertos das 8h às 13h para atender eleitores que ainda não fizeram o cadastramento biométrico, que é obrigatório neste ano em 47 cidades da região. Segundo o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), é necessário agendar o atendimento para realizar o procedimento.

Normalmente, o atendimento é feito de segunda a sexta-feira, das 12h às 18h. Com o plantão, a Justiça Eleitoral quer atender quem trabalha ou estuda no horário de expediente. O agendamento pode ser feito no próprio cartório eleitoral ou pelo link https://apps.tre-sp.jus.br/AgendaBioOrdinario/publico/index.jsp

As unidades do Poupatempo que contam com serviços eleitorais vão seguir o seu funcionamento normal hoje, com horários distintos conforme o município. Nessas unidades, o atendimento também é realizado por meio de agendamento prévio no site do Poupatempo.

O Estado de São Paulo conta com 33,2 milhões de pessoas aptas a votar, das quais pouco mais de 16 milhões, o equivalente a 48,2%, têm dados biométricos cadastrados. A previsão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) é de que a identificação de todo eleitor brasileiro seja digital já a partir de 2022.

OBRIGATÓRIA

Eleitores de 478 cidades estão convocados a fazer a biometria em 2019, sob pena de cancelamento do título. Dos 11,7 milhões de moradores dessas localidades, apenas 4,6 milhões realizaram o cadastro, o equivalente a 42,15%. Desde 4 de fevereiro, a média mensal de comparecimento tem sido de 250 mil eleitores, metade do esperado pelo TRE.

Na região, fazem parte do atual ciclo de revisão biométrica obrigatória as cidades de Agudos, Anhembi, Areiópolis, Balbinos, Bariri, Barra Bonita, Bocaina, Bofete, Boraceia, Borebi, Brotas, Cafelândia, Conchas, Dois Córregos, Duartina, Espírito Santo do Turvo, Fernão, Gália, Garça, Getulina, Guaiçara, Guaimbê, Guarantã, Iacanga, Ibitinga, Igaraçu do Tietê, Itaju, Itapuí, Jaú, Lençóis Paulista, Lins, Lucianópolis, Macatuba, Mineiros do Tietê, Paulistânia, Pederneiras, Pirajuí, Pongaí, Pratânia, Presidente Alves, Promissão, Reginópolis, Sabino, Santa Cruz do Rio Pardo, São Manuel, Torrinha e Ubirajara.

As pessoas que residem nesses municípios têm de fazer biometria no prazo definido pela Justiça Eleitoral, em datas que variam entre agosto e dezembro deste ano. O TRE recomenda que ninguém deixe para os últimos dias, quando poderá haver filas e lentidão no procedimento.

Mais segurança

De acordo com a Justiça Eleitoral, a biometria é uma tecnologia que confere ainda mais segurança à identificação do eleitor no momento da votação. Acoplado à urna eletrônica, o leitor biométrico confirma a identidade de cada pessoa por meio das impressões digitais, armazenadas em um banco de dados da Justiça Eleitoral e transferidas para as urnas eletrônicas.