Bauru e grande região

Regional

Velório de Barra Bonita é dedetizado novamente

13/05/2019 - 17h40

 Barra Bonita - O Setor de Controle de Vetores fez a dedetização do velório municipal de Barra Bonita (68 quilômetros de Bauru) contra os escorpiões. Essa aplicação foi feita no intuito de prevenir o aparecimento de escorpiões no local, tentando assim evitar acidentes com esse aracnídeo que tem se proliferado em grande escala em todo o Estado de São Paulo.

Mesmo quando foi feita dedetização apareceram escorpiões no local.O aumento da temperatura global tem influenciado na reprodução da espécie.

Os escorpiões gostam de ambientes quentes e úmidos. Conforme a prefeitura de Barra Bonita, há inúmeros estudos sendo feitos analisando o aumento da temperatura com o aparecimento dos escorpiões.

Outro fator que ajuda a proliferação dos escorpiões é o crescimento desordenado das cidades, com aumento da quantidade de lixo e entulhos. 

Nesses locais, há o aparecimento de baratas e onde há baratas, há escorpiões.
Onde tem lixo, tem barata. E no calor, elas aparecem ainda mais. As baratas são o principal alimento dos escorpiões.

"Diante de um cenário tão desfavorável, os especialistas recomendam ficar atentos à limpeza de casa e dos terrenos vizinhos. É preciso que haja uma mudança de comportamento das pessoas. Não adianta nada manter a casa limpa se a casa do lado está cheia de mato e entulho" , informa a prefeitura.

Ao encontrar um animal em casa, as orientações são: não tente pegar o escorpião, isso pode causar um acidente. Mate-o e se certifique de que ele realmente morreu; não passe inseticida, pois eles não vão eliminar os escorpiões, vão fazer apenas eles se deslocarem temporariamente; não acumule lixo; não deixe louça na pia de um dia para o outro para não atrair baratas; coloque telas nas janelas e nos ralos; vede rachaduras e proteja os vãos sob as portas.

Se você for picado, procure imediatamente o hospital mais próximo para avaliar a necessidade de recebimento do soro antiescorpiônico. O veneno do escorpião é neurotóxico e ataca o sistema nervoso central, podendo ser letal. A maioria das picadas é sem gravidade, mas, nos casos graves, o socorro imediato é fundamental.