Bauru e grande região

Regional

Adolescente com faca ameaça alunos e funcionários de escola em Jaú

Servidora alvo do estudante conseguiu se trancar na sala da secretaria e fugir

por Lilian Grasiela

06/06/2019 - 07h00

Jaú - Alunos e funcionários de uma escola estadual na Chácara Braz Miraglia, em Jaú (47 quilômetros de Bauru), viveram momentos de medo na tarde desta terça-feira (4). Armado com faca, adolescente de 15 anos que cursa 9º ano do Ensino Fundamental na unidade ameaçou todos que estavam no local e tentou matar uma das servidoras, que conseguiu se trancar na sala da secretaria e fugir por outra porta.

O fato ocorreu na Escola Estadual Doutor Lopes Rodrigues. Segundo registro policial, o estudante mora em um abrigo de Jaú e, por ordem judicial, está matriculado na escola no período da tarde. Por razões a serem esclarecidas, ele chegou ao local armado com faca de cozinha, ameaçou alunos, funcionários e a diretora e seguiu até a secretaria, onde passou a ameaçar de morte uma servidora.

Com medo, a mulher conseguiu trancar a porta da sala e sair por outra porta que dá acesso à rua. Um vídeo recebido pela reportagem mostra o adolescente tentando arrombar a porta com chutes. Quando percebeu que a servidora havia conseguido fugir, ele pegou um garfo em uma das salas e seguiu até o pátio, onde foi contido por funcionários da instituição de ensino e do abrigo onde mora.

A Polícia Militar (PM) foi acionada e conduziu o estudante até o plantão policial. Ele foi apreendido em flagrante por ato infracional de ameaça e ficou à disposição da Vara da Infância e Juventude. A reportagem apurou que, nessa quarta-feira (5), a direção da unidade se reuniu com pais de alunos. Uma mãe, que terá a identidade preservada, revelou que a filha está com medo de voltar para a escola.

Em nota, a Diretoria Regional de Ensino de Jaú disse que repudia todo ato de violência, seja dentro ou fora do ambiente escolar. "A direção da escola chamou os responsáveis pelo aluno, acionou a polícia e registrou boletim de ocorrência. O Conselho de Escola irá se reunir para decidir as medidas pedagógicas adotadas. O Conselho Tutelar também foi acionado e acompanha o caso", declara.

"Cabe reiterar que a rede estadual possui parceria com a Ronda Escolar da Polícia Militar para policiamento no entorno das unidades. A escola e a Diretoria de Ensino estão à disposição dos pais e alunos para quaisquer dúvidas ou esclarecimentos".