Bauru e grande região

Regional

Aposentada atingida por moto morre após 47 dias de internação

Condutora não era habilitada e atropelou idosa na faixa de pedestres

por Lilian Grasiela

12/06/2019 - 07h00

Reprodução/circuito de segurança
Idosa foi atingida pela moto ao atravessar faixa de pedestres

Pirajuí - A aposentada Aparecida Garcia, 81 anos, que foi atingida por uma moto no dia 26 de abril, quando atravessava a rua Fundador João Justino da Silva, Centro de Pirajuí (58 quilômetros de Bauru), não resistiu às complicações decorrentes do acidente e morreu na madrugada desta terça-feira (11), no Hospital de Base (HB) de Bauru.

Segundo o registro policial, a vítima cruzava a via na faixa de pedestres, próximo ao cruzamento com a rua Treze de Maio, quando foi atropelada por uma Honda Biz, com placas de Lins, conduzida por uma jovem de 25 anos, que trafegava no sentido bairro-Centro. O acidente foi gravado pela câmera de segurança de um imóvel próximo.

Com traumatismo craniano e fraturas nos dois punhos e na perna direita, a aposentada foi socorrida pela viatura do Samu e conduzida ao Pronto-Socorro (PS) da Santa Casa da cidade. Posteriormente, ela acabou transferida para o HB de Bauru. A condutora da moto e a passageira, também de 25 anos, foram socorridas apenas com escoriações.

Ainda de acordo com o registro policial, a motociclista, que não teve o nome divulgado, não possuía Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Com a morte da idosa, a tipificação da ocorrência, inicialmente registrada como lesão corporal culposa (quando não há intenção) na direção de veículo automotor, foi alterada para homicídio culposo da direção de veículo automotor.

Um inquérito foi instaurado para apurar as circunstâncias do acidente. Segundo a Polícia Civil, em seu artigo 302, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) prevê pena de dois a quatro anos de detenção para este tipo de crime, que pode ser aumentada de um terço até a metade nos casos em que o condutor não possui CNH ou atropela a vítima na faixa de pedestres.