Bauru e grande região

Regional

Após show em Bauru, músicos de Ibitinga morrem em acidente

Veículo onde a banda estava colidiu contra a traseira de um caminhão em Ibitinga; dois jovens morreram e outros dois ficaram feridos no acidente

por Cinthia Milanez

20/07/2019 - 15h05

Facebook/Reprodução
Guilherme Bastos, de 23 anos, era um dos passageiros do Vectra/Sedan, que colidiu contra a traseira de um caminhão

Ibitinga - Um trágico acidente tirou a vida de dois jovens e interrompeu a promissora carreira da banda Stillo Universitário, de Ibitinga (90 quilômetros de Bauru). Após uma apresentação em Bauru, o veículo onde o grupo de música sertaneja estava colidiu contra a traseira de um caminhão carregado de madeira, no quilômetro 410 mais 800 metros da rodovia Cezário José de Castilho (SP-321), em Ibitinga, entre 5h e 6h de ontem. Os músicos Guilherme Bastos, de 23 anos, e Bruno Stanzani, de 20, morreram na hora.

Facebook/Reprodução
Já o músico Bruno Stanzani, de 20 anos, conduzia o veículo; o acidente se deu na madrugada deste sábado, em Ibitinga

Conforme informações do Corpo de Bombeiros de Ibitinga e da Polícia Militar Rodoviária de Itápolis, quatro integrantes da banda ocupavam um Vectra/Sedan, com placas de Ibitinga, no momento em que o carro bateu na traseira de um caminhão Mercedes-Benz, com placas de Pederneiras. Ambos seguiam pelo sentido Iacanga-Ibitinga.

Bruno Stanzani conduzia o Vectra e Guilherme Bastos estava ao seu lado, na parte da frente. Atrás, havia outros dois jovens, também integrantes do grupo. Rafael Stanzani, de 22 anos, ficou levemente ferido. Ele deu entrada na Santa Casa de Ibitinga, transferido da Santa Casa de Iacanga, às 13h23 de ontem.

De acordo com a assessoria da unidade, o jovem estava consciente, sem fraturas e com sinais vitais estáveis. Mesmo assim, ele segue em observação.

Já Geovane Cesar, também de 22, precisou ser encaminhado à Unida UTI da Santa Casa de Ibitinga. Em nota, a assessoria de comunicação do hospital informa que o rapaz deu entrada às 8h32 de ontem. Ele chegou consciente e orientado. De imediato, a equipe médica seguiu os protocolos de atendimento, que incluíram as medidas de suporte e a requisição de exames. O paciente, segundo o órgão, segue em observação e está estável.

De acordo com o Portal Ternura FM, a banda possuía um quinto integrante, que teria retornado mais cedo do show e, portanto, não estava no momento do acidente.

Nas redes sociais, amigos, familiares e outros artistas lamentaram a tragédia.

FORÇA-TAREFA

O Corpo de Bombeiros (Ibitinga e Bauru), o Samu (Ibitinga e Iacanga) e o Grau (Bauru) participaram do socorro. Inclusive, os bombeiros precisaram de aproximadamente duas horas para retirar as quatro vítimas das ferragens.

Além disso, também foram acionados a Polícia Militar Rodoviária (Itápolis e Bauru), a Polícia Militar (Iacanga), a Polícia Civil e a Perícia Técnica. As causas do acidente ainda serão investigadas.

Jean Gomes/Portal Ternura FM
O Vectra em que quatro integrantes da banda Stillo Universitário estavam colidiu na traseira de um caminhão carregado de madeira