Bauru e grande região

Regional

Suspeito de matar homem e balear outro se apresenta à polícia

Segundo a Polícia Civil, ele é soldado da escola de formação da Polícia Militar (PM)

por Lilian Grasiela

10/09/2019 - 06h00

Lins - O suspeito de atirar em dois homens na madrugada deste sábado (7), em Lins, causando a morte de um deles, se apresentou neste domingo (8) à polícia. Segundo a Polícia Civil, ele é soldado da escola de formação da Polícia Militar (PM) de Araçatuba. A arma que teria sido usada por ele - uma pistola .40 - foi apreendida, ele foi submetido à exame residuográfico e um inquérito foi instaurado.

Por volta da 1h50, Danilo da Rosa Augusto, 26 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo na Vila Santa Terezinha. Cerca de 20 minutos depois, um homem de 44 anos foi baleado na perna no bairro Monsenhor Pazetto. Eles foram socorridos, mas Danilo morreu na Santa Casa.

O delegado assistente da Delegacia Seccional de Lins, Marcelo Muniz, conta que, com base em informações de que o autor dos crimes seria um soldado em formação de 20 anos, morador da cidade, a DIG representou pela prisão temporária do suspeito, mas a justiça negou o pedido.

Na madrugada de domingo (8), segundo ele, o jovem se apresentou à PM acompanhado dos pais e de uma advogada e foi levado à delegacia. "Ele apresentava um estado mental de confusão", diz. "Nós suspendemos o depoimento dele. Os pais relatam que, há 60 dias atrás, ele sofreu um acidente em deslocamento de Lins para Araçatuba e, a partir desse acidente, passou a mostrar uma alteração comportamental".

Os pais contaram ao delegado que o filho alegou ter atirado em frente a um bar na Vila Santa Terezinha após ouvir disparos, depois que um homem entrou na frente do seu carro. A participação do suspeito na segunda ocorrência não foi confirmada. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que a PM acompanha as investigações.

Ler matéria completa