Bauru e grande região

Regional

Frota de Botucatu será rastreada

Medida visa reduzir o consumo de combustíveis e monitorar ações que comprometam o estado de conservação dos veículos

por Lilian Grasiela

14/01/2020 - 05h07

Prefeitura de Botucatu

Serviços de rastreamento e telemetria da frota foram contratados pelo prefeito Mário Pardini

Botucatu - A Prefeitura de Botucatu (100 quilômetros de Bauru) irá monitorar o trajeto e condições de uso dos mais de 400 veículos que compõem a frota municipal. A previsão é de que isso ocorra ainda no primeiro semestre de 2020. Um dos objetivos da administração é reduzir o consumo de combustíveis, medida que já vem sendo implementada pelo Executivo ao longo dos últimos anos (leia mais nesta página).

Os serviços de rastreamento e telemetria dos veículos municipais foram contratados pelo prefeito Mário Pardini na última semana. Essa tecnologia, segundo a prefeitura, mostra se houve rodagem fora do horário de trabalho e permite identificar eventos que coloquem em risco a segurança do condutor e dos passageiros, como frenagens ou curvas bruscas e excesso de velocidade.

Além disso, por meio do dispositivo, a administração poderá monitorar ações que comprometam o estado de conservação mecânica dos veículos, como aceleração exagerada; e tempo em que o veículo rodou acima da velocidade permitida. Para que o carro seja ligado, o sistema também exigirá a identificação do condutor, que receberá pontuação de acordo com a forma como dirige.

"Essa ferramenta, que oferece as mais modernas tecnologias voltadas à gestão de frota, poderá trazer ainda maior redução no consumo de combustíveis, algo próximo a 20%, o que equivale a 353 mil litros por ano, comparado ao que era gasto em 2017", revela a prefeitura em nota.

ECONOMIA

A Prefeitura de Botucatu afirma que reduziu consideravelmente o consumo dos combustíveis utilizados pela frota municipal. No último ano, a economia chegou a aproximadamente 126 mil litros. "Desde o início desse governo, implantamos diversas medidas a fim de promover economia e uso adequado da frota", diz Pardini.

"E o resultado é muito satisfatório, pois toda essa quantidade em litros significa algo perto de R$ 550 mil. Se formos calcular ainda o que economizamos com a manutenção de veículos que davam muitos gastos, este valor é ainda maior".

Ler matéria completa