Bauru e grande região

Regional

Prefeito de Boraceia acorrenta bancos para evitar aglomeração de idosos em praças

Medida radical foi tomada para que pessoas do grupo de risco cumpram quarentena em casa

por Bruno Freitas

25/03/2020 - 12h18

Divulgação

Bancos foram acorrentados para idosos ficarem em casa

A Prefeitura de Boraceia adotou uma medica radical, nesta quarta-feira (25): todos os bancos de três praças públicas do município foram acorrentadas para evitar que as pessoas sentem no local. A decisão foi tomada para evitar a aglomerações de idosos, considerados grupo de risco para contágio da Covid-19. Eles mantinham reuniões em praças públicas, mesmo durante o período de quarentena, informa a administração municipal.

O prefeito Marcos Bilancieri (PSDB) acrescenta ainda a prefeitura está tomando várias medidas contra a proliferação da Covid-19, na campanha denominada "Vírus aqui não", como o ‘toque de recolher’. Segundo ele, além de insistir que todos fiquem em casa, o comércio está fechado, os postos de combustíveis não abrirão aos domingos e ruas e prédios públicos estão sendo limpos com produtos adequados.

"Estamos utilizando água, cloro e amônia para desinfecção de todos os locais públicos. O toque de recolher já passou a valer e as nossas balsas só estarão funcionando para 10 veículos por vez", divulgou Bilancieri.

Correntes

Não foi a primeira vez que Marcos Bilancieri utilizou correntes em seu mandato. Em novembro de 2017, o prefeito fez um protesto inusitado e se acorrentou aos portões da concessionária de energia, em Bauru (SP). Na época, ele protestou contra quedas contínuas de energia registradas em Boraceia naquele ano, que causavam transtornos à população e prejuízo ao comércio.

Ler matéria completa