Bauru e grande região

 
Regional

Covid: Oficinas presenciais viram kits

Pandemia fez com que projeto 'Galáxia das Palavras' fosse readaptado para Internet; participantes receberam material físico

por Lilian Grasiela

27/06/2020 - 05h00

Divulgação

Primeira apresentação do 'Galáxia das Palavras', com Rosangela Monteiro, ocorreu na Praça da Bandeira

Lucianópolis - O projeto "Galáxia das Palavras", que tem como objetivo incentivar a leitura em Lucianópolis (50 quilômetros de Bauru), teve de ser remodelado logo após sua primeira apresentação (leia mais abaixo) em razão da pandemia da Covid-19. Encontros presenciais, previstos para ocorrerem na Praça da Bandeira e Biblioteca Municipal, foram adaptados para as plataformas digitais. Além disso, 250 kits foram produzidos e entregues para crianças, jovens e idosos.

De acordo com o produtor cultural e diretor artístico Guilherme Godoy, idealizador do projeto, o público está acompanhando as contações de histórias, apresentações artísticas, bate-papos e oficinas criativas de forma online, pelo Facebook, Instagram e Youtube do Galáxia das Palavras. "Como a base do projeto seriam os encontros e aglomerações de pessoas, decidimos organizar o conteúdo e as oficinas para todos assistirem de suas casas", explica.

"As contações de história e bate-papos agora estão disponíveis em vídeo. As oficinas criativas foram transformadas em cinco vídeos e também em 250 Kits das Galáxias com o material que já seria comprado para as oficinas presenciais. O kit foi entregue para todos os alunos da Emei Sementinha e Emef Jurandir Ferreira. Idosos do Grupo Primavera e jovens do Projeto Cel também receberam e os participantes fizeram os trabalhos em casa".

O PROJETO

O "Galáxia das Palavras" é uma realização do governo do estado e Secretaria de Cultura e Economia Criativa - Proac Editais (Programa de Ação Cultural). Inicialmente, estavam previstos, durante cinco meses, dez contações de histórias, cinco rodas de leitura, cinco apresentações artísticas e cinco oficinas criativas. Porém, com a pandemia da Covid-19, apenas o primeiro encontro ocorreu de forma presencial, no dia 7 de março, na Praça da Bandeira, com contação de história, apresentação artística e roda de conversa.

Ler matéria completa