Bauru e grande região

 
Regional

Macatuba amplia testagem para diagnóstico da Covid

Ações incluem testes em familiares de casos positivos e em assintomáticos

30/07/2020 - 05h00

Divulgação

Pandemia de coronavírus

Macatuba - A Prefeitura de Macatuba (46 quilômetros de Bauru) está reforçando o combate à disseminação do novo coronavírus no município por meio do aumento da testagem em duas frentes - todos os familiares do paciente diagnosticado com a Covid e mutirão para detectar casos entre os assintomáticos. A cidade já realizou 1.316 testes, o que representa 7,73% da população, estimada em 17.013 de acordo com o IBGE. Macatuba somava, até esta quarta-feira (29), 424 casos positivos da doença, com 403 curados, o que representa uma taxa de 95%, além de quatro mortes. O coeficiente de letalidade, que é a proporção entre o número de mortes e o número total de doentes, é a mais baixa da região e está na casa de 0,96.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que comprou 8 mil testes para detectar a Covid, com investimento de mais de R$ 250 mil, recurso proveniente de emendas parlamentares dos deputados federais Baleia Rossi e Renata Abreu, sendo R$ 100 mil de cada, e o restante de recursos municipais. Segundo a pasta, o novo protocolo de testagem para quem teve contato com caso positivo começa a valer a partir da próxima semana. Todos os familiares (comunicantes) da pessoa contaminada serão encaminhados para realizar o teste rápido na UAC (Unidade de Atendimento ao Covid), no período da manhã.

"Nós estamos conseguindo controlar esta doença mas, infelizmente, perdemos quatro vidas e não queremos perder mais ninguém", diz o prefeito Marcos Olivatto. 

MUTIRÃO

Já o mutirão de testes será realizado nos dias 8, 15 e 22 de agosto (sábados). No total, serão feitos 900 testes em pessoas que não apresentam sintomas da doença. A testagem será realizada em duas unidades de saúde - no PSF do Jardim Bocayuva e no PSF Central. "Nós vamos colocar dois postos de testagem, um nos Altos da Cidade e outro no Centro, para evitar aglomeração. Serão 300 testes a cada sábado. Esta é mais uma maneira de detectar onde estão os casos e isolar os positivos", ressalta Elaine Bino, secretária de Saúde.

Ler matéria completa