Bauru e grande região

 
Regional

Moto usada em fuga é localizada

Veículo, roubado em Botucatu, tinha manchas de sangue; buscas continuam para tentar prender autores de ataque a banco

por Lilian Grasiela

01/08/2020 - 05h00

Polícia Civil/Divulgação

Moto roubada, com manchas de sangue na Castelinho

Botucatu - Na manhã desta sexta-feira (31), o helicóptero Águia da Polícia Militar (PM) localizou uma motocicleta roubada, com manchas de sangue, abandonada em região de mata próxima ao rio Pardo, às margens da rodovia João Hipólito Martins (SP-209), a Castelinho, em Botucatu. A suspeita da polícia é de que o veículo tenha sido usado na fuga de um dos criminosos que participaram, no final da noite de quarta-feira (29), do ataque ao Banco do Brasil de Botucatu.

Durante todo o dia, policiais civis e militares fizeram buscas nas imediações de onde a moto estava para tentar encontrar eventuais suspeitos. Porém, até o fechamento desta edição, ninguém havia sido preso. A Polícia Científica foi acionada para periciar o veículo e o local em busca de material genético que possa ajudar na identificação dos envolvidos no crime.

Conforme divulgado ontem pelo JC, entre o fim da noite de quarta e o início da madrugada de quinta (30), cerca de 30 homens fortemente armados fizeram populares reféns, interceptaram a saída do Batalhão da PM com um veículo em chamas e explodiram o cofre da agência do Banco do Brasil, no centro de Botucatu. Na fuga, eles tentaram furar bloqueios em 4 pontos.

Houve troca de tiros entre os ladrões e a polícia e os suspeitos chegaram a atear fogo em veículos em dois trechos de rodovias para evitar a chegada de reforço. Dois PMs ficaram feridos na ação, sem gravidade, e um suspeito acabou morto. Parte do dinheiro roubado foi recuperada e oito fuzis, além de metralhadora, munições, explosivos e coletes, foram apreendidos.

Ler matéria completa