Bauru e grande região

Regional

Covid: CEI irá apurar gastos em Jaú

Pedido de investigação, feito pelo vereador Luiz Maurílio Moretti, já conta com assinatura de 16 dos 17 parlamentares

por Lilian Grasiela

27/02/2021 - 03h00

Reprodução/Facebook

Pedido de abertura da CEI será lido na sessão da Câmara de Jaú da próxima segunda-feira (1)

Jaú - A Câmara de Jaú (47 quilômetros de Bauru) deverá instaurar, na sessão da próxima segunda-feira (1), uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar os gastos no combate à pandemia da Covid-19 na cidade. O pedido, feito pelo vereador Luiz Maurílio Moretti (PSL), precisava de seis assinaturas (um terço) para dar entrada na Casa, mas já conta com a adesão de 16 dos 17 parlamentares - o único que não assinou foi Luiz Henrique Chupeta (PP).

De acordo com Moretti, que solicitou à Presidência do Legislativo que a CEI seja composta por cinco membros e tenha prazo para conclusão de 90 dias, faltam informações claras sobre onde os recursos destinados ao enfrentamento à pandemia foram e estão sendo empregados em Jaú.

"Desde o mandato passado, já venho fazendo requerimentos para querer saber onde foi investida a verba. Na cidade veio, de verba federal, R$ 29,8 milhões mais ou menos e, de verba estadual, R$ 1,4 milhão", diz. "Tem muita cobrança de munícipes querendo saber onde foi aplicado esse dinheiro".

Ele revela que, em consulta ao Portal da Transparência, detectou que verba supostamente destinada à Covid teria sido usada na compra de itens como celular e carne moída. "E a Santa Casa fala que recebeu somente R$ 9 milhões desse dinheiro e mais R$ 2 milhões de emenda parlamentar", declara.

"A gente tem que averiguar, a gente tem que investigar. Tem que abrir a CEI para a gente ter como chegar nesses documentos para saber se, realmente, tem coisa errada. A população está cobrando. E é muito dinheiro. E a CEI tem esse poder de chamar qualquer pessoa envolvida para depor".

Nesta sexta-feira (26), Jaú contabilizava 7.999 casos da doença, com 298 mortes. A reportagem acionou a assessoria de imprensa da Prefeitura de Jaú para saber se o município gostaria de se manifestar sobre o pedido de abertura da CEI, mas não houve retorno até o fechamento desta edição.

Ler matéria completa