Bauru

Regional

Suspeito de matar mulher em Igaraçu para roubar é preso

Homem estava em um carro abordado na rodovia por policiais rodoviários em Lins

por Lilian Grasiela

22/07/2021 - 05h00

Igaraçu do Tietê - A Polícia Militar Rodoviária prendeu nesta terça-feira (20), na rodovia Marechal Rondon (SP-300), em Lins, homem de 39 anos suspeito de matar trabalhadora rural de 57 anos com ao menos 17 facadas, no último dia 10, em Igaraçu do Tietê (71 quilômetros de Bauru), durante um roubo. Ele estava com a prisão temporária decretada a pedido da Polícia Civil e foi encaminhado à Cadeia Pública de Avaí.

De acordo com o registro policial, sistemas inteligentes instalados ao longo da rodovia geraram alerta em relação a um GM/Celta, com placas de Igaraçu do Tietê, que constava como produto de roubo. O carro foi abordado na altura do quilômetro 444 e, nele, estavam o condutor, além de um casal de passageiros.

Em razão de informações desencontradas e do nervosismo dos ocupantes, os três foram levados à Central de Polícia Judiciária (CPJ) de Lins. Lá, durante consulta, a polícia constatou que o passageiro tinha mandado de prisão em aberto em razão de suspeita de envolvimento no latrocínio em Igaraçu do Tietê. O veículo foi apreendido e o homem ficou à disposição da Justiça. A mulher dele e o condutor foram ouvidos e liberados.

O CRIME

Conforme divulgado pelo JC na ocasião, a trabalhadora rural M.S. (apenas as iniciais foram divulgadas pela polícia), 57 anos, foi morta no dia 10 de julho com pelo menos 17 facadas - 12 no tórax e outras cinco na região das costas. O corpo dela foi encontrado às margens de um carreador de cana-de-açúcar, na zona rural, nas proximidades de uma vicinal que liga Igaraçu do Tietê a um clube de campo em Barra Bonita.

A bolsa da vítima, com documentos pessoais e dinheiro do pagamento, foi queimada e o fogo chegou a chamuscar parte do abdômen dela. A Polícia Civil identificou dois suspeitos, que trabalhavam com ela na colheita de laranjas. Um já estava preso e, o segundo, flagrado por circuito de segurança de um banco com a mulher no momento em que ela sacava seu salário, estava com a prisão decretada e foi detido em Lins.

Ler matéria completa