Bauru

Regional

Há uma semana, 35 cidades da região não têm morte por Covid

No levantamento anterior do Estado, que reuniu dados entre 14 e 21 de julho, 24 municípios não haviam registrado óbito

por Lilian Grasiela

05/08/2021 - 05h00

Pixabay

Em todo o Estado, 346 municípios não registraram morte pelo coronavírus entre 28 de julho e 4 de agosto

Há sete dias, 35 municípios da área de cobertura do Jornal da Cidade (veja a relação completa no quadro) não registram morte por Covid-19. O levantamento, divulgado nesta quarta-feira (4) pelo Estado, aponta uma evolução positiva da pandemia. No balanço anterior do governo paulista, que reuniu dados entre os dias 14 e 21 de julho, o total de cidades sem óbito pela doença na região era de 24.

Em todo o Estado, 346 municípios não registraram morte pelo coronavírus entre 28 de julho e 4 de agosto, o que representa mais de 53% do total. Também na última semana, segundo o Estado, não houve casos positivos de Covid em 31 cidades paulistas. "O balanço reflete o impacto positivo da campanha de vacinação para a redução dos casos graves e mortes pela doença", informa o Estado em nota.

"É uma informação alentadora. Este último balanço é superior ao registrado entre 14 a 21 de julho, quando 288 municípios não tiveram registros de óbitos por Covid-19", declarou o governador João Doria (PSDB). Os dados estão disponíveis para consulta pública no boletim oficial do Governo do Estado e foram registrados pelas 645 cidades paulistas no Sivep, que é o sistema oficial do Ministério da Saúde.

A análise dos dados demonstra que 19 municípios que não tiveram nenhuma confirmação de morte pela doença no levantamento anterior do Governo do Estado voltaram a constar neste novo balanço - Arealva, Avaí, Balbinos, Boraceia, Espírito Santo do Turvo, Fernão, Guaimbê, Iacanga, Itaju, Itapuí, Lins, Lucianópolis, Pardinho, Paulistânia, Piratininga, Pongaí, Pratânia, Presidente Alves e Sabino.

Os "estreantes" da região no grupo de cidades paulistas sem óbito por Covid no intervalo de sete dias são Areiópolis, Bariri, Borebi, Cabrália Paulista, Gália, Guaiçara, Igaraçu do Tietê, Itatinga, Lençóis Paulista, Macatuba, Pirajuí, Reginópolis, Torrinha, Ubirajara, Uru e Vera Cruz. Em Bariri, na semana passada, a Santa Casa chegou a ficar 48 horas sem nenhum paciente com coronavírus internado na enfermaria.

VACINAÇÃO

São Paulo já vacinou mais de 80,6% de sua população adulta com pelo menos uma dose de vacina contra a Covid-19. O Vacinômetro já superou total de 38,1 milhões de doses aplicadas desde o início da campanha, somando 27,3 milhões de primeira dose, 9,7 milhões de segunda e 1 milhão de dose única. Mais de 23,3% da população paulista já completou o esquema vacinal e está com proteção completa.

Na região, a maioria das cidades está antecipada em relação ao calendário estadual que, nesta quarta, previa vacinação de pessoas entre 28 e 29 anos e, nesta quinta (5), o início da imunização do público entre 25 e 27 anos. Municípios como Lins já estão aplicando a primeira dose para maiores de 18 anos. Iacanga já vacina maiores de 25 anos. Em Lençóis, maiores de 27 anos estão sendo imunizados.

Ler matéria completa

×