Bauru

Regional

Jaú: fiscalização interrompe festa com 1 mil pessoas em motel

Segundo a prefeitura, o local não possuía alvará de funcionamento e nem Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros

12/09/2021 - 17h17 atualizado às 07h11

Prefeitura de Jaú

Festa em Jaú foi interrompida pela fiscalização

Jaú - Equipes de fiscalização formadas pela Polícia Militar (PM), Atividade Delegada e Defesa Civil Municipal interromperam na noite do último sábado (11) festa que reunia aproximadamente mil pessoas em um motel em Jaú (47 quilômetros de Bauru).

Segundo a prefeitura, o local não possuía alvará de funcionamento e nem Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros válidos. Os participantes, que pagaram ingresso para a festa, tiveram de deixar o espaço.

Os responsáveis pelo evento e pelo estabelecimento receberam, cada um, multa no valor de 500 Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesps), o equivalente a R$ 14.545,00, totalizando 1.000 Ufesps.

Eles também foram conduzidos até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) para prestarem esclarecimentos e, de acordo com o Executivo, responderão a processo.

Também neste sábado, Polícia Militar (PM) e Atividade Delegada interromperam uma festa que estava sendo realizada na avenida Deputado Zien Nassif.

"Gostaria de parabenizar a Polícia Militar, a Atividade Delegada e a Defesa Civil pelo excelente trabalho, protegendo o nosso povo", destaca o secretário de Transparência Pública, Luiz Urbano.

MAIS AUTUAÇÕES

Conforme divulgado pelo JC, na madrugada deste sábado (11), após denúncia realizada pelo 190, equipes da Polícia Militar (PM) e da Defesa Civil Municipal interromperam uma festa que reunia aproximadamente 100 pessoas em uma edícula localizada na vicinal José Maria Verdini, que liga Jaú ao Distrito de Potunduva.

O proprietário do local recebeu multa no valor de 300 Unidades Fiscais do Estado de São Paulo (Ufesps), o equivalente a R$ 8.727,00. De acordo com a prefeitura, ele já havia cometido infração semelhante.

Também após denúncia pelo 190, um bar localizado no Jardim Nova Jaú foi multado em 100 Ufesps, o equivalente a R$ 2.909,00, por estar funcionando de madrugada, além do horário limite permitido.

Ler matéria completa

×