Bauru

Regional

Ômicron terá pico de piora, mas volta ao normal será rápida

Projeção da situação é feita por um infectologista da Santa Casa de Jaú

por Lilian Grasiela

14/01/2022 - 05h00

Tem coisas que só acontecem em Jaú

Santa Casa de Jaú registrou aumento no número de atendimentos

Jaú - Projeção feita pelo médico infectologista da Santa Casa de Jaú (47 quilômetros de Bauru) Daniel Márcio Elias de Oliveira aponta que, com a circulação da variante ômicron, os casos de Covid-19 devem seguir em uma curva ascendente na cidade pelas próximas semanas, resultando em alta no número de internações. Porém, segundo ele, a tendência é de que a retomada da estabilidade ocorra de forma mais rápida do que em 2021 devido ao grande potencial de contágio da cepa.

Segundo o médico, aglomerações de fim de ano, aliadas à disseminação da ômicron no País, foram decisivas para impulsionar o número de casos da doença e procura por atendimento. Ele afirma que estamos vivendo uma nova onda de Covid, ao que tudo indica muito maior do que as anteriores, mas com importante diferencial - o fator de proteção da vacinação.

"O quadro deve piorar em relação ao aumento do número de casos. Ainda estamos em uma curva ascendente do número de casos e deve ocorrer aumento no número de internações, porém, acredito, nem perto do que a gente passou no começo de 2021. Há uma barreira pela vacina de evitar que esses casos evoluam para quadros graves", diz.

"Mas, da mesma maneira que está subindo rápido, que muitas pessoas estão se infectando ao mesmo tempo, a tendência é que a situação tenha um período mais curto para poder voltar à normalidade que a gente vivia em outubro, novembro e começo de dezembro".

Na opinião do infectologista, para frear o contágio pelo coronavírus, além da vacinação, as pessoas devem usar máscaras que vedem totalmente o rosto; higienizar as mãos com frequência e evitar aglomerações. Recentemente, a Santa Casa adotou protocolos mais rígidos de segurança e passou a exigir comprovante vacinal de acompanhantes e visitantes para entrada no hospital. Sala de atendimento para Covid no Pronto-Socorro (PS), separada do fluxo de atendimento comum, também foi reativada.

Ler matéria completa

×