Bauru

Saúde

Alimentação anti-inflamatória pode aumentar a imunidade

'Comida de verdade' e dieta colorida beneficiam a saúde

14/11/2021 - 05h00

Pixabay

Uma dieta com frutas, legumes e vegetais traz benefícios a curto e longo prazo para a saúde

A maioria de nós se depara com a mesma escolha várias vezes ao dia: o que comer. Além do preço, acessibilidade e preferência, geralmente analisamos o quão saudável é um alimento. Mas quando nos distanciamos para examinar nossa dieta, como podemos saber que estamos obtendo os nutrientes de que precisamos? As informações são da BBC.

É amplamente aceito pelos pesquisadores que precisamos de alimentação variada, e que uma maneira de fazer isso é comendo "todas as cores". Mas será que a cor é o melhor gui?

A prova pode estar na dieta mediterrânea, que contém muitas frutas, legumes, verduras e gorduras saudáveis, como azeite de oliva extra virgem, e é frequentemente considerada a dieta mais saudável pelos cientistas. "Comer uma dieta mediterrânea tradicional significa consumir diferentes nutrientes e fitonutrientes", afirmam.

Essa alimentação saudável também pode ter efeito anti-inflamatório no nosso corpo. Ao "Eu atleta", do GE, a médica Katryn Martins Ribeiro disse que uma mudança de alimentação para nutrição com propriedades anti-inflamatórias leva cerca de três semanas para fazer efeito.

"A natureza nos oferece todas as ferramentas para mantermos em equilíbrio com nosso entorno", diz a médica, que aposta na "comida de verdade" como a melhor opção para a reeducação alimentar.

O que comer

Frutas

Frescas, congeladas ou batidas

Leites vegetais

De arroz, aveia, nozes, coco

Cereais sem glúten

Quinoa, amaranto, arroz integral, aveia sem glúten e sorgo

Proteínas animais

Peixes fresco do mar, cordeiro, pato, frango

Proteínas vegetais

Feijões, lentilhas, grão de bico

Nozes e sementes

Nozes, avelãs, amêndoas, gergelim, chia, linhaça

Vegetais

Crus, ao vapor, cozidos, salteados ou grelhados

Ler matéria completa

×