Bauru e grande região

Mulher

Ex-aluno é morto dentro do câmpus da PUC em SP

por Estadão Conteúdo

04/07/2019 - 21h15

Um ex-aluno foi morto no interior do câmpus da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) na Consolação, região central de São Paulo, na tarde desta quinta-feira (4). O suspeito é um segurança do local que se envolveu numa briga com o estudante.

De acordo com colegas, a vítima é Bruno Silva, que se formou na universidade no curso de Engenharia Civil recentemente. Ele teria tentado acessar o local supostamente para usar o banheiro, o que teria sido negado. Mesmo assim, ele entrou no local e foi iniciada uma briga com o segurança.

O estudante Caíque Sena, de 24 anos, estava em outro prédio da mesma unidade quando escutou gritos. Ele acredita que a briga tenha durado poucos minutos. No início da noite, a universidade, que fica na mesma rua de uma delegacia, já estava com as portas fechadas.

Sena conta que a vítima relatava as dificuldades de estar desempregado e, com uma moto, entregava pizzas para pagar as contas. Segundo os colegas, apesar de demonstrar um compartimento instável que podia ser classificado como estranho, Silva não era agressivo. "Nos surpreendemos quando o encontramos aqui na semana passada, numa feira do livro. Ele era incisivo, mas nunca se envolveu em brigas."

O colega aponta ainda que, apesar do comportamento avesso a brigas, a vítima supostamente teria ameaçado o funcionário com uma barra de ferro antes de ser atingido por uma arma branca.

Em nota, a reitoria da PUC-SP disse lamentar profundamente o ocorrido "entre um vigilante de uma empresa terceirizada e um ex-aluno". "A instituição está tomando todas as providências cabíveis e, ao seu alcance, colaborando com as autoridades para o esclarecimento das circunstâncias referentes ao caso."