Bauru e grande região

Articulistas

A escada de Jacó

por Paulo Cesar Razuk

24/03/2020 - 06h00

Fomos colocados neste mundo físico para uma missão sagrada: descobrir nossa alma.

O Livro das Leis nos conta a história de Jacó ou Jacob. Jacó foi o filho de Rebeca e Isaque e neto de Abraão. Rebeca deu à luz a gêmeos. Esaú saiu primeiro e Jacó saiu na sequência agarrando o calcanhar de seu irmão. Por isso Jacó significa "aquele que agarra o calcanhar" ou "traiçoeiro", pois, traiu seu irmão ganhando a benção de seu velho e cego pai. Na sequência Jacó foge para as terras de seu tio Labão. Sai da sua terra, embarca em sua jornada e revela como deve ser a nossa.

Ao sair Jacó estabelece uma conexão com o Criador e pede a sua ajuda. Jacó reza por proteção e orientação. O Criador lhe propicia a visão de uma escada por onde anjos se deslocam entre os mundos físico e espiritual. Jacó percebe, então, que está aqui, no mundo material, com o objetivo de alcançar o mundo espiritual.

Nas terras de seu tio, Jacó, primeiro, encontra Rachel e apaixona-se por ela. Segundo antiga tradição, Rachel representa todas as coisas bonitas e maravilhosas que podemos desfrutar neste mundo. No entanto, os prazeres deste mundo físico podem nos atrair e distrair-nos da missão de descobrir o que está dentro de nós. Jacó quer receber Rachel, mas antes é chamado a compartilhar seu amor com Lea que, segundo essa mesma tradição, representa o mundo espiritual. Como todos nós, Jacó estava entre dois mundos: o físico e o espiritual.

Inicialmente Jacó não queria associar-se a Lea, mas sabia, alertado pelo Criador, que tinha nascido para descobrir mais do que apenas o mundo físico representado por Rachel. Jacó sabia que a sua alma precisava ser descoberta. Ao relacionar-se com Lea, Jacó ilumina seu templo interior e aprende a compartilhar.

A evolução de Jacó na espiritualidade, enquanto vive neste mundo, é a representação de nossa história. Há uma centelha do Criador em cada um de nós que está à espera de ser encontrada e inflamada. Para isso precisamos encontrar o equilíbrio entre os mundos físico e espiritual ou entre receber e compartilhar.

Nascemos e vivemos no mundo de Rachel, mas dentro de nós lateja Lea. Somente quando amarmos o espiritual tanto quanto estimamos o material seremos capazes de completar a nossa missão pessoal neste mundo. Essa, na verdade, é a missão de toda a humanidade. Jacó é o nosso canal para isso. Ele traçou o caminho para nós, só precisamos estar abertos a caminhar e pedir a sua ajuda para subir a escada.

Ler matéria completa