Bauru e grande região

Articulistas

A sociedade se move

por Valmor Bolan

14/01/2021 - 05h00

Os efeitos da pandemia na economia mundial têm sido devastadores, principalmente para pequenas e médias empresas. As escolas também sofreram impacto, pois nem todas estão preparadas para o funcionamento online. Especialistas afirmam que uma das consequências, no sistema financeiro, será a gradual substituição do dinheiro físico por moeda digital. Tendência que já vinha crescendo mesmo antes da pandemia. Há vantagens e desvantagens. No aspecto positivo, dá mais praticidade nas transações, facilitando pagamentos de contas etc. Mas pode haver maior controle sobre as pessoas na medida em que todas as transações registradas permitirá que bancos e outras instituições tenham maior controle sobre a vida das pessoas, por terem acesso a muito mais informações sobre a vida de cada um.

O Forum Econômico Mundial vem trabalhando, há anos, na projeção de cenários, a partir das mudanças que vêm acontecendo. Prevê-se o aumento da robótica em várias atividades, o que eliminará certos tipos de profissão e dará espaço a outras, numa sociedade mais automatizada. Mudanças em hábitos de consumo também poderão provocar transformações no modo de viver das pessoas. Veículos abastecidos por combustíveis fósseis, por exemplo, poderão ser substituídos por carros elétricos.

De qualquer forma, tais impactos e mudanças não vão ocorrer sem que haja uma fase de transição. O importante é sabermos aproveitar os aspectos positivos, evitando abusos que comprometam o lado humano das pessoas, pois as máquinas podem ajudar no dia a dia, mas não substituir o aspecto humano, imprescindível para a nossa interação em sociedade. O fato é que o mundo não será mais o mesmo depois da pandemia, pois umas séries de mudanças estão transformando a sociedade. Mas precisamos estar atentos para que não só preserve a nossa humanidade, mas a promova.

O autor é doutor em Sociologia.

Ler matéria completa