Bauru e grande região

Articulistas

HB 70 anos: muito a comemorar

por Mônica Hamai

21/01/2021 - 05h00

Janeiro não é só o mês de fundação do Hospital de Base de Bauru (HB). É também o mês de seu renascimento como unidade estadual de saúde. Isso porque foi em janeiro de 2013 que a Famesp assumiu importante desafio: a gestão dessa unidade que estava assolada na crise da gestora anterior, que além de deixar passivo trabalhista, saiu de cena deixando o hospital em péssimas condições estruturais e assistenciais. Desde então, nosso olhar está direcionado para o futuro. É verdade que para planejar o futuro é preciso olhar e respeitar o passado. E o respeito à história tem sido um dos marcos desta gestão. Tanto que, desde o início de 2013, houve esforço contínuo das gerências e chefias do hospital para analisar perfis profissionais e otimizar recursos humanos já existentes. E funcionou. Hoje, fechando um ciclo de 70 anos de história e oito anos de nova gestão, podemos dizer que o maior patrimônio do Hospital de Base são as pessoas que trabalham por ele: profissionais (de todos os níveis), prestadores de serviço, parceiros, voluntários, empresários e todas as pessoas que zelam pela unidade construindo um hospital mais humanizado e menos distante da população. Os desafios são diários e constantes. E exigem de nós, gestores, criatividade, proatividade e, por vezes, posturas mais técnicas, eventualmente traduzidas como duras. Mas, como sabem, a saúde ainda não tem o lugar que merece em nosso País e temos de fazer escolhas o tempo todo, visando ao bem da coletividade. O balanço, ao longo desses anos, é positivo. Em consonância às diretrizes e políticas da SES-SP, melhoramos protocolos assistenciais, recebemos investimentos estruturais, apostamos na área de ensino para fomentar pesquisas e ampliar a assistência à saúde com base científica e, na fase atual, vislumbramos ações de humanização e de qualidade hospitalar. Depois de sólido plantio, já podemos dizer que a colheita tem sido produtiva. Nos últimos três anos, obtivemos classificações importantes em premiações nacionais e internacionais, com destaque para ações de Qualidade Hospitalar e a conquista de status inéditos para hospitais públicos brasileiros, como o de "Diamante" na atenção ao paciente com AVC. Hoje, portanto, é dia de agradecer. Pela oportunidade de crescer junto de um hospital geral mantido exclusivamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS), honrando o que a saúde pública nos ensinou: salvar vidas entregando o nosso melhor. Gratidão e parabéns a esse time que honra o termo E-QUI-PE!

A autora é médica e diretora administrativa do Hospital de Base de Bauru (HB)

Ler matéria completa