Bauru

Articulistas

Bom Dia ! Bom Dia, por quê?

por Professor Sinuhe

19/06/2022 - 05h00

Dizem que não se fala mais Bom Dia no país da empatia! Será?

Nas cavernas, havia mais a tal empatia, briga-se por qualquer razão com ou sem emoção!

Pergunto aos meus alunos e às minhas alunas se dizem Bom Dia aos porteiros , aos zeladores , aos jardineiros de seus edifícios, condomínios, a maioria responde que sim ! Espero que sim!

A essência da existência virou violência! Luta -se no semáforo, para tais motoristas, pergunto - lhes: como seria seu instrutor ou instrutora nas aulas da tal Carteira de Habilitação chamando-lhes de burros, idiotas, cornos, trouxas no primeiro erro ao dirigir sob nova direção?

Creio que a modernidade criou ardilosas situações, paga-se caríssimo no supermercado e ainda tem a fila do carrinho nos caixas e os saquinhos cada vez mais frágeis como nossas calmas personalidades, somos vítimas de uma culpa que não é nossa!

Há uma ira que não acaba , seja pelo preço, pela falta, pelo excesso, assistimos a séries , sendo as personagens, somos vilões querendo ser heróis, somos o começo que não tem fim!

Segundo Sigmund Freud, em 'O Mal Estar da Civilização', procuramos subterfúgios, sejam elogios, vícios, egos inflados, precisamos do afago, do abraço, mas não temos coragem de pedi-los!

O adeus é cada vez mais a Deus, igrejas se proliferam, não lhes importa o nome , mas a tentativa é de salvar os que não deram Bom Dia, são maus? Não! Não sabem ser bons em nenhum dia! Tenham dias melhores!

Assim seja!

O autor acha que o fim não tem fim!

 

Ler matéria completa

×