Bauru e grande região

 
Coluna Animal

Fogos: comemore um São João sem crueldade animal

27/06/2020 - 18h41

Muitas vezes, comemoramos alguma data especial soltando fogos, e sequer pensamos que esta atitude, prejudica (e muito) os animais. A Comissão de Defesa e Proteção Animal da OAB Bauru e o Conselho Municipal de Proteção e Defesa Animal se preocupam muito com isso.

Os animais tem aparelho auditivo mais sensível que o dos humanos, e devido ao som dos fogos, sem saber que se trata de uma "comemoração", ficam aflitos, em desespero, com muito medo. Os animais domésticos, no momento das explosões dos fogos, a fim de fugir dos ruídos, procuram esconder-se, correm para todo lado e podem se machucar, ter ataque cardíaco que pode até mesmo levar à morte.

Muitas vezes, saem em disparada, podendo fugir e morrem atropelados.

Já os animais silvestres, também na tentativa de fugir, pois igualmente desconhecem o motivo do barulho, correm desenfreadamente, perdem-se de seus parceiros, filhotes, deixam seus ninhos.

A realidade é muito triste!

O que é ainda mais sério a ser considerado, é que não existem fogos realmente sem nenhum ruído, o que existe são fogos que emitem ruídos com menos de 65 decibéis, som que, mesmo não ouvido por nós, seres humanos, podem ser ouvidos por algumas espécies de animais.

Todos os fogos de artifício, mesmo os que emitem ruídos com menos de 65 decibéis, liberam metais pesados, pois são metais pesados que dão as cores aos fogos, contribuindo para a degradação do meio ambiente.

Além disso, fogos com ruídos de menos de 65 decibéis não deixam de ser perigosos, não deixam de ser explosivos, podem causar incêndios, atingir algum animal ou ser humano.

Considere festejar sem fogos, considere os animais, considere também crianças, idosos, pessoas doentes que igualmente se assustam e sofrem.

Feliz São João... Sem rojão.

Ler matéria completa