Bauru e grande região

 
Coluna Animal

Ligação dos maus tratos aos animais e violência contra as pessoas

por Mariana Fraga Zwicker

21/11/2020 - 08h20

Nesta semana a Coluna Animal vai abordar a relação entre os maus tratos aos animais e a violência doméstica. O período de quarentena que estamos vivendo apresenta um importante aumento nos índices de maus tratos aos animais e a violência doméstica, em especial contra as mulheres. Nesse período tanto pessoas quanto animais estão passando mais tempo juntos em casa com o agressor.

Isto é chamado de Teoria do Link (ligação), ou seja, aquele familiar que agride animais de estimação tem também a tendência de praticar a violência contra alguém da família e vice-versa. A violência doméstica está intimamente ligada aos maus tratos aos animais. Onde encontramos um, certamente o outro também estará presente. Essa teoria é utilizada pelo FBI.

Outras hipóteses previstas na teoria do Link são:

-Muitas vezes o agressor agride o animal de estimação para intimidar a mulher e/ou criança.

- Crianças com comportamento agressivo ou sexualizado com animais, podem ter sofrido abuso de adultos.

-Criminosos que cumprem pena em penitenciária de segurança máxima, são mais propensos a serem mais violentos caso tenham cometido crueldade animal na infância.

Uma das consequências para a criança que convive em um ambiente violento ou exposta a crueldade animal, é que ela tem a tendência de reproduzir comportamentos do agressor. A violência é passada adiante, seja na fase infantil ou quando a pessoa se tornar adulta. Poderá praticar violência contra seus próprios familiares e animais domésticos. Cria-se um ciclo vicioso e criminoso.

Quanto à violência contra a mulher, esse assunto é de importância tão grande que a ONU escolheu o dia 25 de novembro como Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher. A data ocorre em homenagem às três irmãs assassinadas pela ditadura de Leonidas Trujilo (República Dominicana) em 1960: Minerva Mirabal, Patria Mirabal e María Teresa Mirabal . Chamadas de "Las Mariposas" (as borboletas), essas irmãs ativistas, nascidas em uma família rica da província dominicana de Salcedo tinham formação universitária, maridos, filhos e cerca de uma década de ativismo político na época em que foram mortas de forma violenta e cruel. Foram enforcadas e depois espancadas para que quando o veículo fosse jogado no precipício a morte parecesse resultante de um acidente de carro.

Para explicar a teoria do Link, uma sugestão é a obra Maus Tratos aos Animais e Violência contra as Pessoas, escrita pelo Tenente Coronel da Policia Militar de São Paulo, Marcelo Robis Francisco Nassaro. No livro, o autor narra inúmeras ocorrências percebidas enquanto trabalhava na corporação, uma adaptação da dissertação de Mestrado defendida em 2013.

Todos esses estudos tem por objetivo a implementação de políticas públicas para combater os maus tratos aos animais e a violência contra pessoas e agir, preventivamente, em relação a crimes que poderão ocorrer contra animais e pessoas.

Maltratar animais é crime previsto na Lei 9605/98, artigo 32, com aumento de pena para crimes praticados contra cães e gatos, que prevê até reclusão (Lei Sanção, Lei 14.064/2020). Em caso de maus tratos cometidos contra pessoas e animais, denuncie na delegacia mais próxima de você.

Mariana Fraga Zwicker

Presidente do COMUPDA (Conselho Municipal de Proteção e Defesa Animal de Bauru)

Email:[email protected]

Facebook: facebook.com/comupda.bauru

Ler matéria completa