Bauru e grande região

Coluna Animal

Coelhos: símbolo da páscoa e animal de estimação

03/04/2021 - 07h45

Neste domingo, dia 4 de Abril comemora-se a Páscoa, data em que os cristãos revivem a ressurreição de Jesus Cristo. O coelho e o ovo são os mais antigos símbolos da Páscoa. Por gerar grandes ninhadas, o coelho representa a fertilidade e o recomeço da vida, simbolizando a capacidade constante da Igreja de produzir novos discípulos.

Nesta época, muitas crianças são presenteadas com coelhos, a Coluna Animal vai abordar os cuidados necessários que se deve ter na criação desse animalzinho.

Os animais, de qualquer espécie, só devem ser dados de presente para uma criança desde que um adulto fique responsável pelos cuidados específicos que cada um exige, uma vez que animais não são bichos de pelúcia que, quando a criança se cansa, o brinquedo pode ser guardado ou descartado. Coelhos, assim como os demais animais, são seres sencientes, que devem ser cuidados com muita responsabilidade. Eles sentem e sofrem.

Maria Isabel Garib, médica veterinária especialista em animais exóticos e silvestres, alerta que coelhos precisam ficar soltos dentro de casa e não trancados em gaiolas, o que provoca grande estresse, além de configurar o crime de maus-tratos (lei 9605/98), pois são animais que se estressam com facilidade. Eles chegam a atingir até 100 km por hora quando perseguidos por um predador na natureza, assim, gostam e precisam correr, ficarem soltos.

A médica veterinária orienta, ainda, que os coelhos, assim como os demais animais, devem ser tratados com cuidados específicos no que diz respeito à alimentação e manejo geral.

Em nenhuma hipótese devem ser transportados ou contidos pelas orelhas. São animais mansos, carinhosos e dóceis. Por ser um roedor, a casa onde ele vai morar tem que estar preparada para que ele não roa os móveis, objetos e fios elétricos, provocando um curto circuito.

Eles gostam de explorar o local em que vivem, gostam de brincar e também da companhia do ser humano. São animais que podem ser considerados pets, desde que se a pessoa tenha todas as noções para seu cuidado e bem-estar.

Por se reproduzirem com muita rapidez, não devem ser mantidos fêmea e macho juntos sem estarem castrados para não correr o risco de haver um descontrole populacional.

Coelhos, assim como cães e gatos, podem ser castrados por um médico veterinário. A gestação das coelhas dura 30 dias e a cada ninhada pode nascer até nove filhotes.

Antes de adquirir um animal, seja de qual espécie for, pesquise sobre os cuidados como alimentação, local em que ele deve viver e custos com consultas veterinárias para que você possa exercer da melhor maneira a guarda responsável desse animalzinho.

No caso dos silvestres e exóticos, é interessante conversar sempre com um especialista que dará as orientações específicas para aquele animal.

PS: em 4 de abril comemora se também o Dia Mundial de Abraçar seu Gato e o Dia Mundial dos Animais em Situação de Rua. Abrace seu animalzinho.

Thaís Boonen Viotto Ferreira

Presidente do Conselho Municipal de Proteção e Defesa Animal (COMUPDA) e da Comissão de Proteção e Defesa Animal da OAB Bauru (CPDA OAB Bauru)

Email: [email protected]

Facebook: www.facebok.com/comupda.bauru

Ler matéria completa