Bauru e grande região

Contexto Paulista

SP: Evento vai mostrar a 'grandiosidade' do turismo

07/08/2019 - 02h35

O Estado de São Paulo será o destino anfitrião de um dos maiores eventos de turismo do País, a 47ª Abav Expo Internacional de Turismo. O anúncio foi feito pelo secretário estadual de Turismo, Vinicius Lummertz na segunda-feira (5) à noite. "Vamos mostrar a grandiosidade do turismo paulista e promover nosso destino para os agentes de viagem e também para a imprensa brasileira e internacional", disse ele. Os eventos acontecerão de 25 a 27 de setembro no Expo Center Norte. Em paralelo, será realizado o 52° Encontro Comercial Braztoa.

Municípios se beneficiam

Lummertz enfatizou a importância da atividade turística em especial nas agendas de economia. "Temos que elevar nossa visão que passa pela modernização do turismo, porque nosso tempo chegou". Entre as ações da Pasta para fomento do turismo no Estado, ele menciona a criação das Rotas Cênicas nas rodovias, linhas de crédito para os projetos turísticos das prefeituras de diversos municípios e a criação de áreas especiais de interesse turístico.

Números

Em 2018, a feira recebeu 23.393 participantes, sendo 10.281 agentes, 1.184 expositores, 3.991 conferências e mais de R$ 109 milhões em rodadas de negócios, além de quase mil jornalistas. Neste ano, espera receber 10% mais visitação, 30% mais expositores e 15% mais área.

Estado utiliza mais etanol

A Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do governo estadual divulgou que os paulistas consumiram 29,5% de etanol hidratado, 1,8% eletricidade e 2,5% de gás a mais em 2018 do que em relação ao ano anterior. De acordo com o estudo, foram consumidos em 2018 9,9 bilhões de litros de etanol contra 7,6 bilhões em 2017, 132 TWh perante 130 TWh de eletricidade e 5,5 bilhões m³ diante de 5,4 bilhões m³ de gás natural. Os dados constam do "Anuário de Energéticos por Município do Estado de São Paulo 2019 ano base 2018". A análise dos técnicos estaduais é que há uma tendência de aumento no consumo de etanol. De positivo, isso se reflete na queda da emissão de monóxido de carbono na atmosfera.

De Birigui para a China

A fábrica brasileira de calçados Kidy assinou joint venture com a rede chinesa de joalherias Hiersun para exportar calçados do Brasil para a China. A empresa paulista vai embarcar 240 mil pares nos próximos 12 meses, elevar para 480 mil pares no segundo ano de operação e estabilizar as exportações em 60 mil pares por mês no terceiro ano da parceria. Os produtos serão fabricados na unidade de Birigui, na região de Araçatuba, e de Três Lagoas (MS), em couro e pedraria, e serão comercializados como artigos de luxo por 750 pontos de venda da Hiersun na China. "Dar esse passo é importante não só para a Kidy, mas também para o calçado brasileiro, visto que estamos levando o nosso jeito de produzir com excelência para todo o mundo", diz Ricardo Gracia, sócio e diretor de desenvolvimento e inovação da Kidy Calçados.

Folclore no Interior

Até o dia 11 de agosto, a estância turística de Olímpia, no Noroeste Paulista, será palco de um dos maiores encontros culturais do país - a 55ª edição do Festival do Folclore, reunindo mais uma vez grupos e manifestações folclóricas de todas as regiões brasileiras. Cerca de 130 mil pessoas devem visitar o local este ano. Olímpia é a Capital Nacional do Folclore. Participarão 3.500 componentes, entre dançarinos, músicos, coordenadores e equipe de apoio dos grupos. São dias em que o folclore invade as ruas, o comércio, escolas e prédios públicos da cidade com apresentações

Vale de vento em popa

A Região Metropolitana do Vale do Paraíba atingiu, nos sete meses de 2019, superávit de US$ 2,70 bilhões na balança comercial, aumento de 1,86% na comparação com o superávit registrado de janeiro a julho do ano passado, de US$ 2,65 bilhões. As informações são do jornal O Vale com base em dados de comércio exterior do Ministério da Economia.

Ler matéria completa