Bauru e grande região

 
Contexto Paulista

Conselho Federal cria ranking de boas práticas dos municípios

30/08/2020 - 07h00

Auxiliar gestores municipais a visualizar as necessidades e boas práticas de sua região e priorizar políticas públicas, além de promover o debate sobre a importância da gestão municipal profissional. Este é o objetivo do Índice de Governança Municipal, que acaba de ser atualizado pelo Conselho Federal de Administração (CFA). A ferramenta abrange 5.569 municípios. Os cinco primeiros municípios que lideram o ranking da Região Sudeste são do Estado de São Paulo, com destaque para Votuporanga, que alcançou nota 8,47, seguindo-se Altinópolis, Guaira, Orlandia e Jales. São Paulo ficou com a melhor média entre os estados.

Frase

“As entregas efetivas à sociedade são relacionadas da forma como o recurso público é disponibilizado e como é feita sua gestão. O recurso em quantidade suficiente, porém mal gerido, não alcança seu objetivo. O município que consegue gerir suas finanças, com base nas regras de boa gestão fiscal, aplica as ferramentas de gestão com intuito de fortalecer o planejamento e a excelência nos processos e, por fim, faz boas entregas à sociedade, alcança uma boa nota no IGM-CFA” - Fábio Mendes Macedo, diretor de Gestão Pública do CFA.

Prudente: novos nichos

Em Presidente Prudente, acaba de ser criado o Programa “Hotel de Projetos Inovadores” (HPI). A ação tem como objetivo atuar como parceira das IES (Instituições de Ensino Superior) que formam acadêmicos na graduação e pós-graduação na cidade, incentivando egressos a empreenderem a partir dos Trabalhos de Conclusão de Curso ou pesquisa, a fim de transformar uma ideia em um negócio inovador. O HIP é um programa do município que vem auxiliar a academia, o mercado, os egressos, pesquisadores e empreendedores a tirarem a ideia do papel e a buscarem a validação no mercado, diz o secretário municipal de Tecnologia, Rogério Alessi. A informação é do jornal O Imparcial, da Rede APJ (Associação Paulista de Portais e Jornais).

Incremento do turismo

Gestores estaduais estiveram em São Bento do Sapucaí para a apresentação e formalização da entrega de proposta de planejamento das Rotas Cênicas da Mantiqueira. O projeto, elaborado pela Secretaria de Turismo, apresenta as sugestões das intervenções nas rodovias da região, visando torná-las mais atraentes. São mirantes, paradouros, observatórios, passarelas elevadas (skywalks), pontos de informação e apoio aos turistas, além de sugestões de serviços que podem vir a ser prestados pela iniciativa privada, com cafés e outros empreendimentos. O objetivo é que as rodovias deixem de ser apenas um caminho até o destino para tornarem-se parte da experiência do viajante, afirma o secretário Vinicius Lummertz. São estas as Rotas Cênicas da Serra da Mantiqueira: Rota Vertentes da Serra; Rota do Arvoredo; Rota Campista; e Rota do Livro.

Rotas Gastronômicas

As rotas cênicas fazem parte do projeto Rotas Turísticas, que visam incentivar as viagens pelo Estado e estão divididas em temas, como Gastronômicas, Peregrinas, Náuticas, Cicloturísticas e Cênicas. Foi baseado em experiências em diversas rotas cênicas do mundo como na Noruega, Alemanha e Nova Zelândia. Quatro regiões do Estado de São Paulo foram contempladas com rotas cênicas: Vale do Ribeira, Serra da Mantiqueira, Circuito das Águas e Litoral Norte. “Precisamos levar a chamada produção associada ao turismo. É revelar a produção das regiões agregando valor ao produto, inclusive a arte e o artesanato. Será aí que o pequeno empresário terá a oportunidade de vender o seu produto”, diz Lummertz.

De vento em popa

Em julho houve recorde de aberturas de empresas no Estado de São Paulo, com 21.788 novos negócios. O número foi superior ao de fevereiro, que até então registrava a maior alta, com 18.042. Também superou as inscrições verificadas em julho de 2019, quando 20.187 empresas foram registradas.

A Sondagem Industrial da Confederação Nacional da Indústria (CNI) revela que, em julho, a atividade industrial se aproximou dos indicadores registrados antes da crise gerada pela pandemia do novo coronavírus. Diante do cenário, cresce o otimismo e a intenção de investir.

O índice de confiança do empresário do comércio no Estado de São Paulo atingiu 111,2 pontos em agosto, resultado 22,4% superior ao registrado no mês anterior. Segundo o economista e responsável pela pesquisa, Allan Silva de Carvalho, os números são resultado da reabertura do comércio e a previsão de mais medidas de flexibilização.

A Sondagem da Indústria da Construção de julho registra consolidação da retomada do setor. Em indicadores como a confiança e a intenção de investir estão acima da média histórica. A utilização da capacidade operacional voltou para um patamar semelhante ao observado no pré-pandemia.

Ciência paulista

Uma lente mil vezes mais fina do que um fio de cabelo foi desenvolvida por pesquisadores da Escola de Engenharia de São Carlos da USP. A peça poderá ser empregada como lente fotográfica em smartphones ou utilizada em outros dispositivos que dependam de sensores. “No contexto tecnológico atual, suas aplicações são quase ilimitadas”, diz Emiliano o professor Rezende Martins.

==========

Ler matéria completa