Bauru e grande região

Contexto Paulista

C02 pode gerar bioplástico, segundo pesquisa paulista

11/04/2021 - 07h10

Edição recente da revista Bioresource Technology descreve um método que permite produzir bioplástico a partir do gás carbônico (CO2), matéria-prima barata e abundante. O estudo é do Centro de Pesquisa para Inovação em Gás (RCGI), segundo divulga a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). O RCGI é um centro mundial para estudos avançados no uso sustentável do gás natural, biogás, hidrogênio e gestão, transporte e armazenamento de emissões de CO2. Tem financiamento da Shell e sede no câmpus da USP na capital.

Fontes renováveis

O método descrito no artigo, além de não competir com outros mercados, contribui para a captura e fixação de um dos gases responsáveis pelo efeito estufa, associado ao aquecimento global. Uma empresa no Interior de São Paulo já produz grânulos de polihidroxibutirato (PHB), um tipo de bioplástico, a partir de bactérias que utilizam o açúcar como fonte de carbono. Os bioplásticos também podem ser obtidos a partir de óleos vegetais e amido de mandioca, entre outras fontes renováveis.

Comércio regional

A Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp) vai dar início a um plano de fortalecimento de sua rede estadual, por meio da capacitação de agentes de desenvolvimento regional. A ideia é do superintendente-geral da Facesp, Natanael Miranda dos Anjos. O objetivo é dinamizar as associações comerciais menores para que possam melhorar o desempenho dos serviços oferecidos pela entidade e fazer a defesa institucional dos interesses dos empreendedores locais, aspecto que se tornou ainda mais explícito diante do enfrentamento da crise econômica causada pela covid-19. De um total de 420 entidades, 244 são consideradas pequenas.

Oxigênio

A empresa MAT, de Jundiaí, fornecerá 2 mil cilindros de oxigênio ao Estado de São Paulo em reforço ao atendimento de pacientes com covid-19. Lote inicial foi abastecido na empresa Air Liquide, também de Jundiaí. (Jornal de Jundiaí, Rede APJ).

Em alta

As exportações da regional de Araraquara do Ciesp, que engloba 17 municípios, cresceram 72,6% no primeiro bimestre de 2021, na comparação com o mesmo período de 2020. No total, os negócios externos movimentaram US$ 246,4 milhões no período. O destaque é para o setor aeronáutico, açúcares e produtos de confeitaria e preparação de produtos hortícolas. (A Cidade ON).

Cria Bauru

O Cria Bauru 2021 será realizado de forma online e gratuita entre os dias 21 e 23 de abril. O evento conta com a parceria de núcleos de criatividade e inovação da cidade. “É preciso lapidar a criatividade e inovação para resolução de problemas práticos, a fim de melhorar o desenvolvimento humano de Bauru e região”, diz o bauruense Josué Kenji Kochi, bacharel em Relações Internacionais e organizador do evento. (Jornal da Cidade, Rede APJ).

Dinheiro circulando

Vem aí o Bolsa do Povo do governo estadual. Unificará os programas sociais paulistas em um cadastro único. Vai pagar benefícios de até R$ 500 e contemplará até 500 mil pessoas direta e indiretamente. Está previsto investimento de R$ 1 bilhão no programa em 2021 como medida de enfrentamento à vulnerabilidade socioeconômica causada pela pandemia. O projeto foi enviado à Assembleia Legislativa para ser aprovado a toque de caixa.

Sustentabilidade

A Tibii, startup com sede em Campinas, produtora de nutrição animal para cães e gatos, anunciou o lançamento mundial de uma embalagem de papelão ondulado que se desfaz naturalmente em até nove meses, sem prejudicar o meio ambiente, com isso reduzindo os resíduos plásticos na natureza. Tibbi em tupi guarani significa forte e saudável. O projeto tem parceria com a Klabin, que tem sede em Jundiaí.

De olho no agronegócio

A Serasa Experian anunciou a ampliação de sua presença no setor agrícola. “O Brasil é uma potência agrícola, sendo o agronegócio responsável por cerca de 22% do PIB do País. É um mercado que está em expansão. Entretanto, apenas 27% do PIB do setor é financiado por crédito, contra 55% de outros segmentos”, justifica o diretor Marcelo Pimenta. “Isso ocorre principalmente devido à análise de crédito custosa e à falta de dados confiáveis”.

Breves

* Com o objetivo de impulsionar as vendas online no comércio, a ACIF (Associação do Comércio e Indústria de Franca) lançou o projeto “Lives de Negócios”.

* A SPA, que administra o Porto de Santos, encerrou 2020 com o melhor resultado de sua história, com lucro líquido de R$ 202 milhões, alta de 132% sobre 2019.

* O Sebrae-SP e o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC, abriram inscrições para o programa Travessia Grande ABC - Fase 2, para alavancar negócios.

* A Rede Savegnago de Supermercados iniciou o mês de abril com a abertura de uma unidade em Franca, a loja de número 50 da rede e a quinta na cidade.

* A Decathlon inaugurou um novo Centro de Distribuição em Barueri. Colaboradores têm à disposição uma quadra poliesportiva e espaço de descanso com redário.

* A venda de implementos rodoviários em março somou 13,5 mil unidades, o que representa alta de 22,1% sobre fevereiro. A maior alta ocorreu na divisão de reboques e semirreboques.

Ler matéria completa