Bauru

Contexto Paulista

Empresas do Interior investem em produtos para tempos de pandemia

14/07/2021 - 13h47

Um papel para a produção de embalagens e papelão ondulado é capaz de inativar o vírus SARS-CoV-2 por contato, segundo a Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Lançado pela indústria Irani, de Indaiatuba, o material possui micropartículas de prata e sílica incorporadas em sua estrutura, desenvolvidas pela empresa de nanotecnologia Nanox, de São Carlos, que é apoiada pelo Programa Fapesp - Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas. Em testes feitos no laboratório de biossegurança de nível 3 do Instituto de Ciências Biomédicas da Universidade de São Paulo, o material demonstrou ser capaz de eliminar 99,9% de partículas do novo coronavírus em 5 minutos. “O papel é capaz de inativar outros vírus, além de bactérias e fungos”, diz Luiz Gustavo Pagotto Simões, diretor da Nanox.

Como funciona

As micropartículas de prata e sílica são adicionadas ao papel durante o processo de produção e ficam inseridas na estrutura do material. Dessa forma, a eficácia da inativação viral é mantida mesmo se a embalagem ou o papel ondulado entrar em contato com um líquido, como água ou álcool. O processo de inativação do novo coronavírus, assim como o de outros vírus, fungos e bactérias, ao ter contato com o papel se dá a partir da reação das micropartículas de prata ao vírus.

Outros produtos

O papel é mais um dos materiais anti-Covid-19 desenvolvidos pela Nanox em parceria com outras empresas brasileiras. O primeiro foi uma máscara reutilizável, feita com um plástico flexível (termoplástico) e o aditivo aplicado na superfície, desenvolvida em parceria com a indústria de plásticos Elka, da capital. As micropartículas de prata e sílica também foram aplicadas na superfície de tecidos para o desenvolvimento de roupas anti-Covid-19, filmes plásticos e adesivos para proteção de superfícies de alimentos, além de couro e até mesmo painéis de MDF para fabricação de móveis.

Composto na Unicamp

Um composto desenvolvido por pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas pode combater superbactérias. O procedimento envolve o uso de uma nanopartícula de açúcar, que serve como cápsula para nanopartículas de prata e antibióticos convencionais. Essa combinação engana os mecanismos de defesa das bactérias e evita que elas consigam desenvolver resistência.

Novo mundo

Simone Silotti, aluna da Fatec de Mogi das Cruzes, receberá o prêmio A Alma da Ruralidade, do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura. É a primeira vez que a instituição concede esse título a um brasileiro. O projeto criado pela estudante, o #FaçaumBemINCRÍVEL, visa comprar alimentos de produtores rurais e entregá-los a famílias carentes. Simone buscou essa solução ao se dar conta de que muitos agricultores estavam destruindo suas plantações em razão da queda nas vendas de seus produtos para restaurantes, fechados pela pandemia de covid-19.

Turismo paulista

Olímpia, no Interior Paulista, atraiu perto de três milhões de turistas em 2019. De olho nas famílias que preferem passar temporadas mais longas na cidade das águas quentes, o empreendedorismo regional aposta na modalidade de hotelaria de multipropriedade. O grupo Ferrasa, que detém o Hot Beach Parque & Resorts, formado por um parque aquático e três resorts em operação, entregará este mês o seu primeiro empreendimento nesse modelo, o Hot Beach Suites, um resort de 442 apartamentos.

Jatos da Embraer

A Embraer anunciou pedido para 30 jatos E195-E2 e direito de compra de mais 50 aeronaves do mesmo modelo para a Porter Airlines, segundo O Vale, da Rede APJ (Associação Paulista de Portais e Jornais). O negócio pode chegar a US$ 5,82 bilhões caso todas as opções sejam exercidas. Os jatos servirão para o plano de expansão para destinos em toda a América do Norte da companhia aérea.

Ensino integral

O governo do Estado anunciou a expansão do Programa de Ensino Integral para mais 778 escolas em 2022. Com isso, cidades como Piracicaba, por exemplo, estão próximas de alcançar 100% de ensino estadual integral. A estimativa do Palácio dos Bandeirantes é que 437 mil estudantes sejam atendidos pelo programa em 2022.

Curtas

* O deputado Coronel Nishikawa (PSL) defende a expansão do Corpo de Bombeiros para mais 41 municípios no Estado.

* Dirceu Dalben (PL) solicita informações sobre as medidas adotadas pelo governo estadual para minimizar impactos da estiagem à população

* O governo paulista assumiu compromisso de reduzir a zero as emissões dos Gases de Efeito Estufa no Estado até 2050.

* O Estado de São Paulo gerou 104 mil vagas de emprego formal em maio deste ano, segundo o Caged.

Desaparecidos

No site www.ssp.sp.gov.br é possível ver imagens de crianças, adolescentes, jovens e adultos, homens e mulheres, que estão desaparecidos. Basta clicar no link "Pessoas Desaparecidas", na barra de "Serviços". Há atualmente 1.315 pessoas sendo procuradas pelas famílias. Somente em território paulista, em 2020, foram registrados 18.909 desaparecimentos e 16.317 encontros de pessoas.

Ler matéria completa