Bauru

Contexto Paulista

Impulsionado na pandemia, comércio eletrônico dispara no Estado, segundo Fecomercio-SP

24/11/2021 - 17h21

Em meio à pandemia da Covid-19, em que boa parte das empresas precisou se digitalizar, o comércio eletrônico paulista deu um salto expressivo: terminou o ano de 2020 com alta de 27% no seu faturamento em relação ao ano anterior, segundo a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), realizada em parceria com a Ebit|Nielsen. O setor fechou o ano com um saldo total de R$ 29 bilhões – 3,6% de todo o resultado do varejo no Estado.

Por regiões

Na capital paulista, a alta do faturamento do e-commerce foi de 22,5%, fechando o ano na marca dos R$ 10,6 bilhões. No Interior, todas as regiões registraram crescimento, das quais os melhores resultados foram verificados em Ribeirão Preto (40,1%), São José do Rio Preto (36,3%) e Sorocaba (33,5%). Para a entidade, os dados apontam para um processo de antecipação da digitalização do comércio. Muitas empresas precisaram acelerar projetos de diversificação de canais de venda para sobreviver.

Expansão

A Uello, empresa de logística que usa tecnologia e rede colaborativa para oferecer serviços de frete urbano para grandes e médias empresas, está expandindo sua área de atuação e chega agora a mais cidades do interior de São Paulo, segundo revela o site New Trade. O plano de expansão iniciado este ano já havia estabelecido a operação da logtech na Baixada Santista e em regiões como Vale do Paraíba, Sorocaba, Piracicaba, Ribeirão Preto e Araraquara. Consolidada em São Paulo, a empresa realiza mais de 7 mil entregas por dia para mais de 150 clientes, entre eles Arezzo, MMartan, Petz, Etna, Polishop e Marisa.

Frase

“Chegar a mais cidades paulistas é gratificante e, ao mesmo tempo, desafiador. Acreditamos que poderemos facilitar o processo logístico, transformando a experiência de entrega e levando o melhor da tecnologia aplicada ao setor às populações locais”, diz o CEO da Uello, Fernando Sartori.

Nova fábrica

A empresa brasileira Agrimpex Trading, que produz, processa e distribui commodities agrícolas, anunciou investimento de R$ 917 milhões na construção de uma planta de beneficiamento e refino de grãos para venda no Brasil e, principalmente, no mercado internacional.

Parceria em Piracicaba

A empresa firmou parceria com a Esalq (Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz), da USP, em Piracicaba. O objetivo é ampliar as estruturas das cadeias produtivas de soja e milho.

Cavas subaquáticas

A CPI das Cavas Subaquáticas da Assembleia Legislativa de São Paulo vai convidar representantes da Usiminas e da VLI Logística para falarem a respeito da Cava Subaquática do Casqueiro em Cubatão. Ambas participaram da obra. Cava subaquática é uma cratera aberta debaixo da água para despejo de sedimentos, lixo e materiais contaminados. A cava feita no estuário entre Santos e Cubatão é maior que um estádio de futebol, e está preenchida por aproximadamente 2,4 bilhões de litros de sedimentos.

Estiagem prolongada

De acordo com a Sabesp, apesar das chuvas, os reservatórios que abastecem a região metropolitana de São Paulo operam com média menor em relação ao que no mesmo período de 2013, quando os reservatórios acumulavam 45%. Segundo o Inmet, órgão responsável pelas medições oficiais do clima no Brasil, as chuvas até meados de dezembro não provocarão aumento substancial no nível dos reservatórios.

Aprovado

A Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou proposta que obriga condomínios residenciais e comerciais a comunicar casos de maus-tratos a animais aos órgãos de segurança pública. O projeto é de Bruno Ganem (Podemos). Em 2020, o número de denúncias de maus-tratos a animais no Estado de São Paulo cresceu 28% em relação ao ano anterior. A Delegacia Eletrônica de Proteção Animal recebeu 15.478 denúncias ao longo do ano, média de 42 registros por dia.

Capital do Calçado Feminino

O município de Jaú será declarado a Capital do Calçado Feminino, segundo projeto aprovado na Assembleia Legislativa de autoria de Marcos Zerbini (PSDB). O polo é composto por cerca de 200 empresas, que empregam 10 mil pessoas entre empregos diretos, indiretos e terceirizados. A produção de 60 mil pares/dia é parcialmente exportada para EUA, Emirados Árabes, Cuba, México, Canadá e França, além de toda a América do Sul.

Capital dos Brinquedos

Outro projeto, de Fernando Cury (Cidadania), declara Laranjal Paulista como a Capital dos Brinquedos. O Estado de São Paulo concentra a maioria das fábricas do setor no país.

Em defesa das mulheres

Teve início dia 20 de novembro a campanha “21 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”. A iniciativa foi criada em 1991 por feministas de diferentes países. Trata-se de uma mobilização educativa e de massa, que luta pela erradicação desse tipo de violência e pela garantia dos Direitos Humanos das mulheres.

E mais

A Assembleia Legislativa aprovou a isenção de ICMS para venda de absorventes íntimos femininos para o governo estadual. Além dos absorventes comuns, estão na lista os absorventes internos, tampões higiênicos, coletores e discos menstruais, calcinhas absorventes e panos absorventes íntimos.

Ler matéria completa

×