Bauru e grande região

José Milagre

Papo de Startup!

por José Milagre

12/01/2020 - 06h00

Hoje, no Papo de Startup eu trago uma conversa muito legal que tive com Rennan Cardoso de Souza Neves, da TWS Simuladores, startup bauruense. Fui pesquisar um pouco sobre este mercado de sistemas que simulam operações reais, sobretudo para treinamentos. Esse é um mercado em crescimento - e que promete cada vez mais. Atualmente, temos simuladores desde operações em day-trade até cirurgias médicas. Falamos com a TWS sobre simuladores na área jurídica que estão rodando em algumas faculdades e escritórios. Aproveite o papo!

Como é o mercado de simuladores? Ele existe em quais áreas?

Para nosso ramo de atuação (ensino superior), estamos falando de um mercado de R$ 54,5 bi de faturamento em 2017. Algumas áreas como a aviação, perfuração de petróleo, já possuem simuladores bem consolidados no formato em que atuamos, ou seja, não apenas simulamos, como um game faz, mas apresentamos, dentro do simulador, a situação mais real possível, de forma que a experiência obtida em nosso software seja a mesma quando o aluno estiver operando o sistema oficial.

Como conseguiu

recursos para TWS?

Até o momento, utilizamos apenas recursos próprios. Por conta disso, os desafios são um pouco maiores, mas crescendo dessa forma, temos uma startup sólida e bem estruturada para os desafios que se apresentam a cada nova etapa evolutiva.

Como vocês estão hoje?

Atualmente, atendemos três faculdades da região. Todas contam com o simulador do sistema ESAJ. Estamos trabalhando para que até o segundo semestre já passamos implantar o Simulador do PJe (sistema utilizado por todos os TJ do país) e, assim, também possamos pensar esse novo produto ao mercado.

Quais os desafios

que sentiu na pele?

Ainda sinto! Fundar uma startup enquanto cumpre com 8 horas diárias não é nem um pouco fácil. Você tem que manter toda sua dedicação no serviço e, mais ainda, em sua própria empresa, mas isso também lhe permite desfrutar a grande alegria de cada conquista. Outro grande desafio é lidar com uma área que há mais de 100 anos atua da mesma forma e onde nem todas as instituições estão dispostas a trazer o novo para a operação. Nosso papel não é de substituir o ensino tradicional, muito pelo contrário, o papel da TWM é somar ao ensino, trazendo ferramentas que o ensino formal irá incorporar em sua atuação e, então, criar pontes sólidas entre mercado e academia.

Quais as orientações que passa a quem quer empreender?

Busque um time completo, aproxime-se o quanto antes dos gigantes do empreendedorismo. E nunca tenha vergonha de nada! O empreendedor é aquele que vai levantar a bandeira de seus sonhos custe o que custar, mas também é aquele que tem que soar o alarme e cuidar para que todos saiam do barco ao detectar que esse é o caminho a ser tomado. Empreender não é apenas lutar até o fim, mas é saber quando lutar, quando calar e, principalmente, quando pivotar!

Papo de Startup

Você tem uma startup ou negócio inovador na região? Fale conosco. Envie seu e-mail para [email protected] Não se esqueça de se inscrever no canal www.youtube.com/josemilagre

Ler matéria completa