Bauru e grande região

 
José Milagre

Anonymous: 'Delete o TikTok'

26/07/2020 - 05h00

O movimento hacktivista Anonymous emitiu um alerta nesta semana que movimentou o mundo da tecnologia da informação. "Delete o TikTok imediatamente; se você conhecer alguém que está utilizando-o, explique para eles que se trata basicamente de um malware operado pelo governo chinês para uma operação massiva de espionagem". Como se sabe, não é a primeira vez que os riscos do uso TikTok são tratados na comunidade especializada, porém, agora, ao que parece, uma análise mais técnica do app foi realizada, inclusive com engenharia reversa, pela qual se descobriu que o sistema coleta mais dados do usuário do que ele mesmo sabe. A análise revela até uma possível API (código para conexão com sistemas) que permitiria coletar informações do dispositivo do usuário e seus contatos.

Engenharia reversa no TikTok!

A publicação faz menção a engenharia reversa do software realizada por um usuário do Twitter "Bangorlol", que chegou à conclusão que a ferramenta pode coletar, além das informações do telefone, quais apps estão instalados, dados de rede e do roteador, nome do ponto wifi, dentre outras informações, sendo que em algumas versões, existiria até o rastreamento do GPS. Até mesmo um servidor local foi identificado em algumas versões, o que poderia permitir o uso do celular para fins maliciosos. O usuário Bangorlol chegou a dar a impressão de que o TikTok está próximo de ser um malware que utiliza técnicas de ofuscação de código.

Ofuscação de código?

É uma técnica utilizada por programadores para esconder trechos do código que realiza funções maliciosas, dificultando, em uma análise simples, a constatação das ações não autorizadas que o sistema faz. É muito utilizada no cybercrime para disfarçar um executável ou algum programa malicioso dos softwares de proteção, fazendo com que os antivírus detectem um "falso negativo".

Printou, enviou para a China?

Vale destacar que uma polêmica gigante também aconteceu com a versão Beta do iOS 14, no qual foi identificada a existência de um recurso que monitorava qualquer cópia de dados para área de transferência. Vale destacar que em alguns países o TikTok já não é autorizado. Nos Estados Unidos, a discussão já está acontecendo e pode ser que o app seja removido dos dois principais repositórios de apps do mundo, App Store e Play Store. Não bastasse, inúmeras empresas já criaram políticas de segurança da informação, proibindo o uso do TikTok em celulares corporativos.

LGPD é debatida na OAB

A OAB Bauru promoverá uma importante palestra sobre a Lei Geral de Proteção de Dados, tema relevante e que interessa a todos que realizam tratamento de dados pessoais e a profissionais do Direito Digital. Será dia 5 de agosto, às 19h, com transmissão online, via ZOOM e Youtube. O palestrante é o advogado e professor Maurício Tamer. Participe! Para se inscrever, acesse: http://oabbauru.org.br/eventos-oab-bauru?event_id1=9223

Eu quero saber sua opinião!

E você, está usando o TikTok? Você realmente pensa que o aplicativo pode coletar dados pessoais? Você vê isso como um risco? Envie seu comentário pra [email protected]

Ler matéria completa