Bauru e grande região

Kleber Santos

Moda anticorona cresce com segurança e estilo

01/02/2021 - 14h05

Com o uso obrigatório por sua ajuda importante na prevenção contra o coronavírus, as máscaras faciais agora são acessórios básicos para o nosso dia a dia. Essa alta demanda tem movimentado as agências responsáveis pelo marketing e comunicação das empresas de confecção, as quais veem nesse novo nicho uma oportunidade de negócio para enfrentar a queda de vendas nos itens tradicionais do catálogo.

Assim, já é possível encontrar máscaras fashion de diversas grifes, com ilustrações exclusivas, formatos diferenciados, mensagens sociais, políticas, com merchandising de empresas e muito mais.

JEANS E ROUPAS ESPORTIVAS

Esse movimento não é novidade na moda. Muitos de nossos produtos básicos da moda do dia a dia, os quais consideramos naturais, já foram baseados na utilidade. Os jeans foram projetados como uma solução para as necessidades dos mineiros por roupas de trabalho duráveis. As calças foram adotadas por mulheres quando entraram no mercado de trabalho na Primeira Guerra Mundial. E a invenção de roupas esportivas casuais coincidiu com o novo estilo de vida acelerado dos americanos na década de 1970.

Portanto, embora as máscaras estejam sendo adotadas para reduzir a disseminação da Covid-19, elas estão rapidamente se tornando um acessório da moda do dia a dia que veio para ficar.

DESFILE

Claro, isso não deve banalizar a pandemia global. A pandemia de coronavírus não é uma desculpa para um desfile de moda, mas, como perdemos nossa capacidade de nos comunicar por meio de sorrisos e dicas visuais com a maior parte do rosto coberto, temos de encontrar maneiras alternativas de causar uma primeira impressão.

A moda sempre foi uma plataforma de autoexpressão. Como as máscaras estão rapidamente se tornando parte de nossa rotina diária, muitos de nós optamos por mostrar nosso estilo individual por meio delas.

As autoridades de saúde recomendam que todos cubram o nariz e a boca ao sair de casa. Como as máscaras cirúrgicas N95 são escassas, os cidadãos comuns têm optado por máscaras feitas à mão. É importante observar que essas máscaras não são de grau médico e não protegem totalmente contra o vírus. Elas podem, no entanto, ajudar a reduzir a disseminação do vírus atuando na proteção contra partículas líquidas. No geral, uma máscara é melhor do que nenhuma, e a compra de uma fornece às empresas de moda que enfrentam dificuldades um fluxo alternativo de receita.

A pauta é sua

Se você curte a Coluna “Marketing 360º”, compartilhe em suas redes sociais. E que tal sugerir o próximo artigo? Envie sua sugestão para o meu e-mail [email protected] (spcentro.com.br / klebersantosconsultor.com.br ) e, quem sabe, o seu será o próximo tema da nossa Coluna.

Ler matéria completa