Bauru e grande região

Reflexão e Fé

Halloween e a luz

Hugo Evandro Silveira Pastor Titular - Igreja Batista do Estoril. E-mail: [email protected]

03/11/2019 - 06h00

Foi agora na quinta passada: Criança com rosto pintado de vampiro, bruxinhas, abóboras fantasmas, caldeirões, caveiras decoradas, zumbis estilizados, demônios, trevas, escuridão, assombração, maldições, culto aos mortos, tudo isso se caracteriza pela festa de Halloween, também conhecida como Dia das Bruxas ou das trevas, celebrado em 31 de outubro. Essa onda invadiu o Brasil e sua influência tem tomado conta. Apesar de ter chegado ao Brasil por meio dos EUA trata-se de uma agenda milenar, contudo, nessa mesma data, também é comemorado nos EUA o dia de ação de graças; infelizmente pouco observado por aqui.

Nosso país em sua maioria é cristão. A pergunta que surge é como um cristão pode celebrar a festa de Halloween, o dia das trevas? Jesus disse: "Vós sois a luz do mundo" (Mateus 5:14) i.e. o cristão é luz, não trevas; Jesus também revelou: "Eu sou a luz do mundo e quem me segue nunca andará em trevas, mas viverá na luz" (João 8:12). "Deus é luz e Nele não há trevas alguma" (I João 1:5). Aquela pessoa que tem Jesus em sua vida, em sua família, Dele recebeu luz e vive como filho da luz e não tem mais nenhuma relação com as trevas: "Outrora vocês eram trevas, mas agora são luz no Senhor. Vivam como filhos da luz e não participem das obras das trevas" (Efésios 5:8-14). Então, "no meio de uma geração corrompida e perversa, resplandeceis como luz no mundo" (cf. Filipenses 2:15). O texto sagrado fala de luz que brilha na tenebrosa escuridão.

É certo que quem anda nas trevas não enxerga direito, não tem nitidez, nem clareza, perde a direção, fica sem rumo, corre perigos. Infelizmente pessoas ao nosso lado vivem assim, em absoluta trevas, chamam o mal de bem, são moralmente confusas, espiritualmente perdidas. As mesmas pessoas que desejam as bênçãos de Deus sobre a sua família, e quem não quer, são as mesmas que oferecem seus filhos na celebração da escuridão, das trevas, dos demônios sob a justificação de ser uma brincadeira - o problema da nossa geração é justamente querer brincar com questões sérias - e com isso rejeitam a luz de Deus. Por isso é que o cristão verdadeiro, mesmo que desprovido de conhecimento acadêmico, em sua simplicidade e fé, sabe mais da vida e suas implicações do que qualquer outro, pois o sabe de Deus. O maior pensador cristão, já tinha desvendado o segredo há dois mil anos: "Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar os fortes. Ele escolheu as coisas insignificantes do mundo, as desprezadas e as que nada são, para reduzir a nada as que são, para que ninguém se vanglorie diante dele." (1º Coríntios 1:27-29). Aquilo que é o cúmulo do ridículo para os intelectuais, é sabedoria de Deus - esse é um dos maiores paradoxos da qual nos defrontamos.

Portanto, na revelação do nosso Senhor o mundo está dividido entre os filhos da luz e os filhos das trevas. Aqueles que andam cegos, sem entendimento do significado dramático da vida vivem debaixo de um breu existencial. Jesus afirmou: "a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os HOMENS AMARAM MAIS AS TREVAS DO QUE A LUZ, porque as suas obras são más" (João 3:19). Intrigante! Só pode ser essa a explicação para as pessoas preferirem uma celebração de trevas como o Halloween. As pessoas, sob escuridão, alienadas de Deus, vivem como zonzas sobre o que há de errado no mundo. Não percebem o propósito real da vida. Para a maioria tudo não passa de acontecimentos fortuitos, eventuais, ao acaso. Mas quem está na luz de Cristo, vive atento aos motivos que causam todas as dificuldades da humanidade como o pecado, as desavenças, egoísmos, disputas, mal-entendidos, inveja, ciúme, traição, malícia, males e perturbações sem fim. As trevas espirituais atrapalham a vida das pessoas que caminham como cegas na escuridão. A luz é Jesus; Halloween é trevas. Halloween e a Luz não se combinam; ou somos da luz ou das trevas, só que as pessoas têm preferido amar mais as trevas do que a luz.

IGREJA BATISTA DO ESTORIL

57 anos atuando Soli Deo Glória

CELEBRAÇÃO PÚBLICA: Domingo 19h

Ler matéria completa