Bauru

Reflexão e Fé

Quão livre você é?

Hugo Evandro Silveira Pastor Sênior - Igreja Batista do Estoril. E-mail: [email protected]

03/10/2021 - 05h00

Quem são as pessoas mais livres do mundo? Quão livre você é? Talvez você se sinta plenamente livre. A Bíblia afirma que "para a liberdade Cristo nos libertou..." (Gálatas 5.1). A verdadeira questão sobre esse tema, para você e para mim é: realmente somos livres? Em Cristo aprendemos que somos livres não para viver como cativos dos valores, reivindicações, anseios e ameaças da cultura contemporânea, mas somos livres, até mesmo para ficar contentes em qualquer situação em que nos encontremos, pois sabemos que nosso Pai celestial suprirá todas as nossas necessidades (Filipenses 4.11,19). Em Cristo somos livres, ainda mesmo para morrer, visto que estar com Ele por toda eternidade é muito melhor do que essa vida de maldade (Filipenses 1.23). Toda essa liberdade está disponível em Cristo aos cidadãos do Reino de Deus. Por isso Jesus afirmou: "e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará". (Jo 8.32).

Mas na realidade como cidadão brasileiro, quão livre você é? Ser livre nos valores de Cristo é jamais fazer ao outro o que não queremos que façam a nós. É respeitar, preservar e cuidar da natureza. É também poder expressar ideias e pensamentos, respeitosa e democraticamente, além de exercer o privilégio irrevogável de crença e prática religiosa sem ferir direitos à vida, à ética e aos bons costumes, desfrutando da liberdade de ir e vir sem ser acometido de violências e constrangimentos. Ser livre é poder exercer seus direitos, sem ultrapassar ou cercear a liberdade do outro. É ter a garantia do direito de propriedade sobre bens e valores adquiridos de forma justa, legítima e honesta. É poder fazer escolhas certas ou até mesmo equivocadas, mas poder fazê-las. É não discriminar ou sofrer discriminação por motivos de cor, raça, gênero, crenças religiosas, condição social, limitações ou deficiências físicas ou mentais etc. É saber que a justiça será praticada e a impunidade não será honrada. Ser livre é respeitar, defender e usufruir da independência entre as instituições família, igreja e estado. É ter a liberdade de noticiar ou poder receber informações dos fatos como são. É ter a certeza de participar livremente da eleição dos representantes públicos dos poderes executivo e legislativo, na certeza da lisura do processo eleitoral, respeitado o resultado como expressão da decisão da maioria. É transitar pelas vias públicas na convicção de que os transgressores serão encontrados e punidos. É desfrutar da paz de viver com segurança jurídica, política e religiosa. É possuir a garantia de que, nas escolas e universidades, os estudantes não serão doutrinados ou manipulados por professores, com pensamentos, ideologias e projetos que visam atender viés de determinados grupos que buscam aumentar sua influência e dominação. Ser livre é viver num lugar onde serão respeitados o indivíduo e sua família, bem como às suas crenças.

Dizem que Che Guevara afirmou: "Sonha e serás livre de espírito… luta e serás livre na vida". Entretanto, a verdadeira liberdade de espírito não é obtida por sonho, porém depende de um processo interior de transformação e renovação da mente, do coração e da alma, como afirma a Bíblia: "Para a liberdade foi que Cristo nos libertou..." (Gl 5.1). E sim, como cidadãos desta vida, batalhamos no campo das ideias para obter, restabelecer ou manter a liberdade, afinal, o que é a vida sem liberdade? Onde habita o Espírito do Senhor, ali há liberdade (cf. 2 Co 3.17).

Quão livres queremos ser? Parece que numa acepção mais simples da palavra, liberdade é o exercício da vontade, sem restrições internas ou externas ao ser. Se assim é, então, podemos dizer que a liberdade se constitui no alvo mais importante a ser conquistado pelo ser humano natural. É base cristã que e o indivíduo encontre liberdade espiritual e social. Custe o que custar, não se contente com nada menos do que a liberdade total que Deus lhe oferece: Mãos e coração.

IGREJA BATISTA DO ESTORIL

59 anos atuando Soli Deo Gloria

 

Ler matéria completa

×