Bauru e grande região

Reinaldo Cafeo

IPVA: semana de placas finais entre 3 e 7

10/01/2021 - 05h00

Semana passada teve início o vencimento do IPVA no Estado de São Paulo. Iniciaram os pagamentos os proprietários de veículos cujas placas tinham finais 1 e 2. Para esta semana vencem: segunda-feira placa final 3; terça-feira final 4; quarta-feira final 5; quinta-feira final 6 e na sexta-feira final 7. As placas finais 8, 9 e zero, vencerão na semana seguinte (segunda, terça e quarta-feira).

Pagar a vista é a melhor opção financeira

Quem tiver recursos em conta corrente ou mesmo aplicado em modalidades conservadoras (caderneta de poupança e a renda fixa de uma maneira geral) a melhor opção financeira é pagar a vista. O desconto de 3% para o pagamento a vista equivale a uma taxa de juros de 3,13% ao mês para quem optar por parcelar tributo. Outra dica é pagar já o licenciamento. A partir do dia 14 de janeiro haverá majoração do valor. Vale lembrar que o reajuste do licenciamento foi de 5,36% para pagar até o dia 14 de janeiro e depois desta data o contribuinte amargará com alta de 40%. Não deixe de pagar o IPVA, pois além de não poder circular legalmente com o veículo a multa pode atingir até 20% do valor do imposto.

IPC apurado pela FIPE fecha o ano em alta de 5,62%

O IPC - índice de Preços ao Consumidor, calculado pela FIPE - Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, registou alta de 0,79% em dezembro, acumulando em 2020 alta de 5,62%. Lembrando que em 2019 o índice teve alta de 4,40%. O grupo alimentação foi o vilão: alta de 16,12% no ano, o que se repetiu em dezembro (alta de 2,08%). Na outa ponta houve queda média nos preços dos vestuários: (-) 3,10%.

Metodologia

Vale lembrar que o IPC-Fipe, como é conhecido, é calculado somente na cidade de São Paulo, levando em conta os preços de produtos consumidos por famílias que possuem renda mensal entre 1 e 10 salários mínimos, medindo variações quadrissemanais. Para oferecer um parâmetro de comparação a inflação oficial do País é o IPCA calculado pelo IBGE. Para este índice a meta fixada para o ano passado foi de 4%.

Para Banco Mundial Brasil crescerá este ano 3%

O Boletim Focus mais recente atualizou a projeção de crescimento da economia brasileira para este ano em 3,4%. Já o Banco Mundial projeta crescimento de 3%, ficando em 2,2% em 2022. Na média global o Banco Mundial estima crescimento de 4%, portanto, o Brasil ficaria 1 ponto percentual abaixo desta média. Os dados são da edição de janeiro do documento Perspectivas Econômicas Globais. Para chegar ao patamar projetado o Banco Mundial espera que a recuperação, tanto do consumo privado como dos investimentos, que ocorreu no segundo semestre do ano passado se mantenha neste ano. Para a Instituição o crescimento será desigual entre os setores da economia: a indústria e a agricultura expandindo mais rapidamente e o setor de serviços, incluindo o comércio, com menor intensidade. É evidente que este cenário leva em conta o controle da questão da Pandemia de Covid-19, com ampla vacinação.

E o resto do mundo?

Segundo o Banco Mundial as principais economias terão os seguintes desempenhos neste ano: Estados Unidos crescimento de 3,5%; China 7,9%; Zona do Euro 3,6%; Japão 2,5%. Na média, como colocado, a projeção é de crescimento de 4%. A diferença nas projeções dos operadores do mercado brasileiro que informam seus dados ao Banco Central e esta do Banco Mundial é de 0,4 ponto percentual, natural devido os dados do Banco Central brasileiro serem revistos semanalmente enquanto os dados do Banco Mundial foram compilados no ano passado e dada publicidade agora. De qualquer maneira a projeção para geração de riqueza este ano deve ficar no intervalo entre 3% e 3,5% em termos reais, ou seja, acima da inflação.

Mude já, mude para melhor!

Foco, disciplina e bons propósitos. Não perca de vista suas metas. Saiba que a única certeza é que as coisas vão mudar. Esteja aberto ao novo. Mude já, mude para melhor!

Ler matéria completa