Bauru e grande região

05/09/2019 - 06h00

Semântica

O prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) prefere chamar de financiamento e não de empréstimo os quase R$ 50 milhões que devem ser obtidos junto à rede bancária. "O empréstimo você pega visando pagar dívidas, e financiamento é para investimentos, que é o caso", disse. O fato é que o pedido ainda precisa ir para a Câmara e ter a aprovação de 12 dos 17 vereadores.

Amarelo

A Câmara Municipal distribuiu fitas amarelas aos vereadores e jornalistas que cobriram a última sessão, como parte da campanha 'Setembro Amarelo', de combate ao suicídio. Os vereadores Manoel Losila (PDT), Miltinho Sardin (PTB), Serginho Brum (PSD), Yasmim Nascimento (PSC), Sandro Bussola (PDT) e Chiara Ranieri (DEM) falaram do assunto na tribuna. Uma faixa foi colocada na frente da Câmara e a prefeitura também aderiu ao programa.

Piso tátil

O presidente da Câmara, vereador José Roberto Segalla (DEM), anunciou que a Casa de Leis terá piso tátil para ajudar na locomoção de pessoas com deficiência visual. O parlamentar cobrou que o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) faça o mesmo no Calçadão, e instale semáforos com botoeiras sonoras na avenida Rodrigues Alves, no Centro. Ainda na sessão, o vereador parabenizou o Esporte Clube Noroeste pelos 109 anos.

Conselhos

A vereadora Yasmim Nascimento realizou uma audiência pública a respeito dos Conselhos Tutelares e o secretário do Bem-Estar Social, José Carlos Fernandes, reconheceu que o município precisa de mais um Conselho. Yasmim e Serginho Brum levarão a demanda ao prefeito Gazzetta.

Hinos

A resolução que obriga a execução do Hino Nacional e do Hino de Bauru na primeira sessão ordinária de cada mês, de autoria de Serginho Brum, começou a valer, e nesta semana os Hinos foram tocados pela primeira vez. Brum destacou que no começo do mandato aprovou lei para que os Hinos sejam também tocados nas escolas municipais, o que vem acontecendo.

Aditivo

O vereador Roger Barude (Cidadania) vem conversando com o secretário de Obras, Sidnei Rodrigues, em função dos problemas nas estacas da construção da estrutura de apoio da pista de atletismo do Milagrão. A pasta deve autorizar um aditivo de R$ 16 mil - a obra toda custa R$ 1,9 milhão.

Economia

A Comissão de Economia da Câmara deu parecer pela normal tramitação ao projeto de lei que denomina como Distrito Industrial V a área de 2,5 milhões de metros quadrados a ser doada pelo Estado.

Ler matéria completa