Bauru e grande região

07/11/2019 - 06h00

Empréstimo

A Câmara Municipal articula e tenta convencer o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) a diminuir o pedido do financiamento, saindo dos R$ 46,6 milhões para, no máximo, R$ 20 milhões. Entre os vereadores, o sentimento é de que se for mantida como está, a proposta não deve ser aprovada, pois precisa de dois terços dos votos favoráveis em plenário. Gazzetta resiste e afirma que não pretende diminuir o montante.

Contagem

Para os vereadores mais próximos ao prefeito, a conta feita é de três votos contra, irreversíveis - Coronel Meira (PSB), José Roberto Segalla (DEM) e Chiara Ranieri (DEM), enquanto as posições de Telma Gobbi (SD), Manoel Losila (PDT), Yasmim Nascimento (PSC) e Fábio Manfrinato (PP) são vistas como incógnita. Os demais estariam propensos a votar a favor. Portanto, o prefeito precisará convencer dois dos quatro citados a apoiar o projeto.

Acalmando

Yasmim e Losila votaram pela abertura da Comissão Processante (CP) proposta por Coronel Meira, na semana passada. O prefeito já conversou com a vereadora. Na inauguração de uma praça no Mary Dota, colocou na placa um agradecimento ao seu pai, o ex-deputado estadual Celso Nascimento (PSC), pela emenda parlamentar que viabilizou a obra. Já com Losila ainda não houve nenhuma conversa.

Consenso

O presidente da Comissão de Justiça da Câmara, Sandro Bussola (PDT), defende a manutenção apenas do Instituto de Planejamento (IP) no projeto de lei do novo organograma. Ele também sugere uma discussão sobre a possível redução do pedido de financiamento. Para o vereador, é preciso um entendimento consensual para viabilizar as votações, ouvindo a todos.

'Jogos fechados'

Os Jogos Abertos do Interior serão em Marília, entre os dias 11 e 23 de novembro, mas as competições do atletismo ocorrerão no estádio Milagrão, em Bauru, único na região com pista oficial, entre os dias 13 e 16. Como o local está em obras, um tapume será colocado e não haverá acesso para o público. Apenas as equipes e imprensa conseguirão assistir as provas.

Devagar

O secretário de Esportes, Alexandre Zwicker, afirma que as obras no Milagrão vão acabar em março do ano que vem. Os trabalhos estão mais lentos do que o esperado porque o governo federal ainda não fez alguns repasses. Após a conclusão da construção das arquibancadas e da estrutura de apoio, a Semel pretende trazer competições estaduais e nacionais.

Ler matéria completa