Bauru e grande região

08/11/2019 - 06h00

Diminuindo

O prefeito Clodoaldo Gazzetta recebeu vereadores no começo da noite desta quinta-feira e ficou acertado que o projeto de lei do novo organograma será ainda mais reduzido, ficando apenas o Instituto de Planejamento e a Secretaria de Fiscalização e Licenciamento, com o fim da Seplan. Já a Secretaria de Governo e as coordenadorias serão retiradas da proposta.

Financiamento

Ainda na reunião com os aliados do governo, o financiamento de R$ 46,6 milhões foi pouco discutido. Gazzetta não pretende diminuir o pedido. O líder do governo, vereador Markinho Souza (PP) vem mantendo contato com outros parlamentares para buscar uma saída visando a aprovação. A prefeitura também deve apresentar aos vereadores as despesas que dependem do dinheiro da venda da folha de pagamento.

Aberto

O vereador Natalino da Silva, presidente do PV, afirma que a legenda ainda não fechou questão sobre o empréstimo pedido pelo governo. Ele cita que o assunto está sendo discutido pelo partido, e vai aguardar a definição para votar.

Petróleo

A prefeitura estimava receber até R$ 7 milhões com os royalties da venda do pré-sal, feita nesta semana pelo governo federal. Mas como os valores foram menores do que o esperado, a estimativa da Associação Paulista de Municípios caiu para pouco mais de R$ 3,5 milhões, metade do montante anterior.

Liberado

O deputado federal Rodrigo Agostinho (PSB) anunciou que conseguiu a liberação de recursos para o pagamento de obras em andamento em Bauru. São três creches, no Jardim Ivone, Fortunato Rocha Lima e Parque Bauru. As construções estavam correndo risco de paralisação por conta da demora no pagamento do governo federal.

Demarcou

Ao divulgar a autorização do pagamento, Rodrigo fez questão de lembrar que as obras começaram em seu governo, quando era prefeito de Bauru, até 2016. As creches devem ser concluídas até o ano que vem, no final do atual governo. A possibilidade das obras pararem foi questionada também pelo vereador Natalino da Silva (PV), inclusive com pedido de informação.

Novas

Antes dessas unidades, o prefeito deve entregar, ainda neste ano, se não houver atrasos, a creche do Quinta Ranieri, também com recursos federais. Já a escola infantil do Mary Dota, prevista para terminar até o ano que vem, tem verba estadual. Em todas, há contrapartida da prefeitura para as obras.

 

Ler matéria completa