Bauru e grande região

10/11/2019 - 03h35

A semana

A semana que começa hoje tem vários assuntos pendentes para a Prefeitura e Câmara. Um deles é a definição da tarifa de água. O prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSD) precisa decidir se acatará ou não o pedido de reajuste solicitado pelo DAE, de 2,89%. A alteração depende de um decreto do prefeito para valer.

Legislativo

Já a Casa de Leis, com sessão amanhã, espera o encaminhamento, por parte do governo, do projeto do novo organograma, desta vez apenas com o Instituto de Planejamento e a Secretaria de Fiscalização e Licenciamento. Alguns vereadores também pedem ajustes no financiamento de R$ 46,6 milhões.

Entrada

A prefeitura enviou para a Câmara o projeto de lei com a criação do Conselho Municipal da Juventude. O prefeito também vai pedir a suplementação de R$ 842 mil na Emdurb para o pagamento de salários neste final de ano. O valor virá de dotações não usadas e que estavam reservadas para pagar dívidas.

Lombadas

A morte de uma idosa na noite de sexta-feira no Parque Vista Alegre reabriu o debate sobre a retirada dos obstáculos de solo em Bauru, após ação vencida pela Adeciba que obrigou a Emdurb a acabar com lombadas fora de padrão. Os vereadores Miltinho Sardin (PTB), Carlão do Gás (MDB) e Manoel Losila (PDT) vinham cobrando a reposição desses obstáculos, seguindo padrões permitidos.

Cobrança

Ontem, Sardin voltou a cobrar a colocação das lombadas nos pontos onde foram retiradas. Já o líder do governo, Markinho Souza (PP), coloca a responsabilidade na Adeciba, pois a decisão da Justiça obriga a remoção em um ritmo que fica impossível a reposição rápida pela Emdurb com os devidos estudos técnicos. O assunto promete...

Em Libras

Nesta segunda-feira, a Câmara de Bauru terá a sessão ordinária transmitida pela primeira vez com o uso da Língua Brasileira de Sinais (Libras). A TV Câmara contratou empresa terceirizada e, além das sessões, também haverá o uso de intérprete nas audiências públicas, favorecendo a inclusão de pessoas com deficiência auditiva.

Votação

A pauta da sessão tem, em primeira discussão, projeto de emenda à Lei Orgânica que acaba com o Conselho de Usuários do Transporte Coletivo e transfere suas atribuições ao Conselho de Mobilidade. Ainda há mais quatro projetos do prefeito e dois da Mesa da Câmara em primeira votação. Completam a pauta outros três projetos em segunda discussão e cinco em votação única.

Ler matéria completa