Bauru e grande região

06/02/2020 - 03h34

Presidente

O deputado federal Capitão Augusto (PL) já faz campanha entre os parlamentares para se eleger presidente da Câmara, no ano que vem. Augusto pretende distribuir panfletos toda semana aos colegas e apresentar propostas, como alterações no Regimento Interno, considerado defasado. Também cogita ser candidato a vice-presidente da República ou a vice-governador em 2022.

Novo Líder

No Cidadania, o deputado federal Arnaldo Jardim, que tem presença constante em Bauru na região, assumiu a liderança do partido na Câmara dos Deputados. Ele já é presidente estadual da legenda e ficará agora também como o líder dos nove parlamentares do Cidadania. A escolha foi por unanimidade.

Na Bancada

Na Câmara Municipal, o presidente do Cidadania em Bauru, Arnaldo Ribeiro, encaminhou ofício solicitando a troca do líder da bancada do partido. Edvaldo Minhano assume a função, que era de Ricardo Cabelo. Na tribuna, Cabelo demonstrou insatisfação, mas evitou prolongar o assunto.

Comunicação

O prefeito Clodoaldo Gazzetta nomeará Marcelo Graziani como coordenador de Comunicação da prefeitura. Formado em Desenho Industrial pela Unesp, Graziani é filiado ao PSDB, atuou nas campanhas a prefeito de Caio Coube e foi também assessor parlamentar do ex-deputado estadual Pedro Tobias (PSDB). Ricardo Polettini, que estava como coordenador, retornou para o cargo de agente cultural, na Secretaria de Cultura, onde é servidor de carreira.

Sindicância

A abertura de mais um inquérito do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) sobre a atuação de servidores da Seplan, conforme o JC mostrou ontem, veio após sindicância da prefeitura, que mandou o material ao MP. A Corregedoria Geral, a propósito, agora é comandada pelo advogado Leandro Lopes.

Assinou

O pedido de uma CEI para a Cohab ganhou mais uma assinatura. O vereador Carlão do Gás (MDB) aderiu ontem e com isso o documento já tem 15 assinaturas. Somente os vereadores Carlinhos do PS (PV) e Serginho Brum (PSD) ainda não assinaram o pedido de CEI.

Carnaval

O coordenador regional do Podemos, Abner Isidoro, entrou com uma ação popular ontem na 1ª Vara da Fazenda Pública, com pedido de liminar, para que prefeitura não gaste R$ 753 mil com o Carnaval e destine a verba a áreas prioritárias. O governo municipal defende o investimento na festa, por estimular a economia.

Ler matéria completa