Bauru e grande região

24/03/2020 - 06h00

Rapidez

O projeto de lei que permite o uso de R$ 10,2 milhões para o enfrentamento do coronavírus foi aprovado em tempo recorde. A proposta foi apresentada ontem pelo prefeito. No mesmo dia, recebeu parecer em plenário das Comissões de Justiça e de Economia da Câmara, foi aprovada em duas sessões extraordinárias, e já foi sancionada. Nesta terça-feira, será publicado como lei municipal.

Aumento

Foi apresentado ontem o projeto de lei com o reajuste aos funcionários da Câmara - não contempla o subsídio dos vereadores. Proposto pela Mesa Diretora, o projeto é de aumento de 4,01% nos salários, vale-compra em R$ 660,00, e abono de R$ 70,00 a todos os funcionários.

Online

A partir de agora, a Câmara não tem previsão de novas sessões ordinárias. Conforme a necessidade, serão chamadas sessões extras pelo presidente José Roberto Segalla (DEM), por conta da pandemia. Caso aconteçam, serão online, por teleconferência. A Casa de Leis incluiu no Regimento Interno a redução de prazos de tramitação de processos em casos de guerras, calamidades e pandemias.

Álcool

Os vereadores não usaram a tribuna ontem e cada vez que o microfone de aparte era usado o equipamento era desinfetado com álcool. As janelas do plenário ficaram abertas e as mesas ficaram mais longe umas das outras. A vereadora Yasmim Nascimento (PSC) estava com máscara durante as discussões dos projetos. Desde a semana passada, a Casa de Leis está sem acesso ao público e agora também sem presença de imprensa em sessões.

Alimento

O vereador Sandro Bussola (PDT) pede que a prefeitura mantenha o fornecimento de alimentação a crianças carentes, usando a merenda que seria destinada para as escolas, fechadas durante a pandemia de coronavírus.

Pedidos

Na sessão de ontem, os vereadores Fábio Manfrinato (PP), Markinho Souza (PP), Telma Gobbi (SD), Natalino da Silva (PV), Carlão do Gás (MDB) e Coronel Meira deram sugestões como a participação da Câmara no Conselho que cuida da crise do coronavírus, o adiamento de tributos municipais e ainda que o DAE não faça cortes de água e a CPFL de energia elétrica neste período.

Ampliação

Em decreto que será publicado hoje, todos os motoristas da prefeitura estarão disponíveis para ações de vacinação e no combate ao covid-19. Os auditores fiscais reforçarão as equipes de fiscalização, e os servidores que estavam no Poupatempo ficarão na Ouvidoria da prefeitura.

Ler matéria completa