Bauru e grande região

 

30/06/2020 - 05h00

Configuração

A sessão de ontem mostrou uma possível alteração das forças na Câmara Municipal de Bauru. Além de vereadores que já são da oposição, casos de Coronel Meira (PSL), José Roberto Segalla (DEM) e Chiara Ranieri (DEM), outros que já estiveram mais alinhados com o prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSDB) votaram contra um projeto de lei de cessão de caminhões para a Emdurb.

Sem conversa

A rejeição ao projeto uniu, como pano de fundo, apoios eleitorais e descontentamentos de parlamentares com o governo. Carlão do Gás, que foi para o DEM, seguiu a bancada. O PP estará com o DEM na campanha de Raul Gonçalves Paula, já tendo indicado Fábio Manfrinato a vice. O Cidadania, que deve ter José Clemente Rezende como candidato, também se declara oposição. No MDB e no PV, vereadores já reclamaram de promessas não cumpridas e falta de diálogo.

Dificuldades

Gazzetta tem, efetivamente, o apoio formal de quatro vereadores - os dois do PSDB, e os dois do PTB, partido do vice-prefeito Toninho Gimenez. Além deles, PDT, PSD e Republicanos também votaram com o prefeito, mas podem ter seus próprios candidatos, se afastando da base. A depender do indicado ontem, o prefeito pode ter dificuldades na reta final de mandato.

Mais diálogo

O vereador Segalla mandou recado a Gazzetta, dizendo que falta a ele conversar mais com a Câmara. Além disso, destacou que alguns assuntos seguem como tabus, como a discussão sobre a privatização do DAE. Há ainda parte da Câmara questionando a Emdurb, mas outros defendem a manutenção da empresa municipal.

TCE aponta

A Mesa Diretora da Câmara apresentou quatro projetos ontem para tentar corrigir apontamentos do Tribunal de Contas do Estado (TCE) e do Ministério Público de São Paulo (MP-SP). O primeiro secretário Miltinho Sardin (PTB) e a segunda secretária Yasmim Nascimento (PSDB) estavam resistentes em assinar as propostas. O presidente José Roberto Segalla precisou falar com os dois no intervalo da sessão.

Agendado

A Comissão Especial de Inquérito (CEI) da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vargem Limpa fará visita na obra hoje, às 10h, para tentar contato com a empresa Arcadis, e terá oitiva com a ex-vice-prefeita Estela Almagro (PT), às 13h. Ainda hoje, às 15h, está marcada audiência pública para debater trotes em serviços de urgência, como Polícia Militar (PM), Samu e Corpo de Bombeiros, chamada pelo vereador Manoel Losila (MDB).

 

Ler matéria completa