Bauru e grande região

 

23/07/2020 - 05h00

LDO 2021

A Prefeitura de Bauru publica hoje a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021. Contudo, já se sabe que o documento é 'peça ficcional' devido à pandemia, o que já foi citado até mesmo pelo governo municipal em audiências com vereadores. A pasta pretende fazer mudanças para entregar em setembro o projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA), com uma proposta mais realista.

Testagem

A Câmara Municipal fez uma testagem de vários servidores e vereadores, ontem, após um assessor parlamentar testar positivo para o coronavírus. Uma equipe da Secretaria de Saúde aplicou os exames nos funcionários. Os profissionais da imprensa que acompanham o trabalho da Casa de Leis também foram convidados a participar.

Respiradores

O secretário estadual de Desenvolvimento Regional, Marco Vinholi, anunciou o envio de mais 167 respiradores para várias regiões do Estado. Bauru recebeu três equipamentos. Ao contrário dos aparelhos anteriores, estes serão utilizados no Hospital de Base (HB) para o tratamento de outras enfermidades, e não para o coronavírus. Na região, Lins, Arealva, Dois Córregos e Ipaussu também foram contempladas.

Reforma

O presidente da Associação de Moradores do Pousada da Esperança, Ricardo Pereira, teve reunião com a secretária de Educação, Isabel Miziara, na semana passada. O encontro foi intermediado pelo vereador Serginho Brum (PDT). Ao líder comunitário, ela disse que a reforma da Emef José Romão está prevista para começar neste ano. Pereira pediu melhorias em uma escola infantil e a liberação do vale-merenda.

Processante

Ricardo Pereira protocolou ontem, na Câmara, um pedido de abertura de Comissão Processante (CP). Outra solicitação de CP foi feita pelo vereador Edvaldo Minhano (Cidadania). As duas pedem a cassação do mandato do prefeito Clodoaldo Gazzetta por irregularidades na Cohab. Os pedidos terão que ser votados na próxima sessão. São necessários nove votos para a abertura.

Voto separado

No caso do pedido formulado por Pereira, todos os vereadores poderão votar. Já no pedido de Minhano, o autor terá que ser substituído pelo segundo suplente do Cidadania, Claudemir Vella. Isso porque se um vereador solicita a CP, ele próprio não pode votar. O mesmo já ocorreu ano passado, quando Coronel Meira (PSL) entrou com solicitação de Processante, e quem votou foi Lucas Basso (PSB), que é seu suplente.

 

Ler matéria completa