Bauru e grande região

03/01/2021 - 05h00

Começo

A prefeita Suéllen Rosim (Patriota) deve se reunir com os secretários amanhã para definir as primeiras ações de trabalho. Ela destacou, ainda na posse, que o tempo de transição de governo foi curto, com apenas um mês. Com isso, os secretários devem usar este início para obter mais informações, antes de tomar decisões, o mesmo sendo válido para os presidentes do DAE e Emdurb. A análise de alguns contratos que estão vencendo, como da coleta de lixo e do aterro sanitário, também estão entre as prioridades.

Nomeações

O presidente da Câmara, vereador Ricardo Cabelo (Republicanos), pode nomear seu assessor Anderson Santiago como chefe de Gabinete. Outras funções em que o presidente pode fazer a nomeação ainda serão definidas, como secretário de Gabinete, consultor financeiro, consultor Jurídico e assessor de imprensa. Parte da equipe atual deve permanecer.

De saída

O consultor Jurídico da Câmara, Carlos Gobbi, pediu exoneração logo após a posse dos novos eleitos. Ele já tinha tomado a decisão, independente de quem fosse assumir como presidente. Ele enviou uma nota de agradecimento à imprensa, após mais de 16 anos de trabalho, afirmando que voltará às suas origens profissionais, atuando como advogado.

Férias

O agora ex-prefeito Clodoaldo Gazzetta (PSDB) vai tirar alguns dias de férias, após quatro anos ininterruptos no cargo. Ele é cotado para assumir algum cargo junto ao governo estadual, na região de Bauru, mas não há definição ainda. O Estado é comandando pela mesma legenda de Gazzetta, o PSDB, o que facilitaria a situação.

Longevos

Ainda sobre o governo que se encerrou, Gazzetta teve sete membros do primeiro escalão que permaneceram com ele do primeiro ao último dia do mandato - Everson Demarchi (Finanças), Isabel Miziara (Educação), Antonio Carlos Garms (Jurídico), José Carlos Fernandes (Sebes), Letícia Kircher (Seplan), a chefe de Gabinete Majô Jandreice, e o presidente da Emdurb, Elizeu Eclair.

Com mudanças

Em outras pastas, houve troca durante o governo, casos da Administração, Cultura, Obras, Saúde, Desenvolvimento Econômico, DAE e Cohab. E na Sagra, Sear, Semel e Semma foram duas trocas durante o mandato. De todos os secretários de Gazzetta, o único que permaneceu com Suéllen foi Everson Demarchi, que sai da Finanças e vai para a Administração, cargo que já ocupou no governo de Rodrigo Agostinho (PSB), atualmente deputado federal.

 

Ler matéria completa